Brid obteve autorização da Artesp para fornecer tags com tecnologia RFID

1
0

A Brid foi autorizada pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) a produzir e comercializar os novos tags de identificação por radiofrequência (RFID), conforme o novo padrão (915 MHz).

A tecnologia, que permite uma identificação mais segura dos veículos, já foi adotada pelo Estado de São Paulo nas praças de cobrança de pedágio, desde o início de 2013, e está em linha com o projeto Siniav (Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos), que prevê que os tags sejam instalados em todos os veículos antes que saiam das fábricas.

De acordo com Ricardo Moreira, gerente de operações da Brid, os primeiros lotes já estão em produção com entrega prevista para setembro.

"Existe uma expectativa de rápida expansão para outros Estados em decorrência da parceria que o governo federal firmou recentemente com o Estado de São Paulo para levar a tecnologia de pagamento eletrônico de pedágio das rodovias paulistas para todo o País", afirma.

Para este, Moreira espera um aumento importante na base de veículos que utilizarão o tag como meio de pagamento automático nas praças de pedágio.

No Estado de São Paulo, estima-se que ainda esse tipo de pagamento com uso de tag na frota de veículos tarifáveis seja de apenas aproximadamente 16%.

A Brid desenvolve, fabrica e comercializa equipamentos para operações de pedágios, estacionamentos e outras aplicações relacionadas à mobilidade urbana.

A companhia é pioneira do projeto piloto Ponto a Ponto que consiste no pagamento de pedágios por trechos. O projeto, feito na Rodovia Santos Dumont SP-75, no trecho que liga Campinas a Sorocaba, é liderado pelo governo de São Paulo, através da Artesp, em parceria com a concessionária Rodovia das Colinas S.A.

1 COMENTÁRIO

  1. Olá bom dia, gostaria de dar mais uma ideia as autoridades em relação ao RFID para pagamento de pedágio??? Só isso… gente vocês já visualizaram as possibilidades do uso dessa tecnologia… não… presta atenção… com essa tecnologia será possível verificar se o motorista está com excesso de velocidade… ora bolas é só raciocinar… se ele passar por uma praça de pedágio num determinado dia e hora… a distância até a próxima praça de pedágio é conhecida… basta fazer um calculo rápido pra saber se ouve abuso da velocidade… e TCHARAM… quero ver motoristas desrespeitando a velocidade… é a tecnologia vai monitorar a velocidade também… fica ai a ideia para as autoridades ou órgãos de trânsito.

    Lourival A. Gonçalves
    Analista de Sistemas – TIC

Deixe seu comentário