Nuvem: Microsoft ganha contrato de US$ 10 bilhões com o Pentágono

0
0

O Departamento de Defesa anunciou sexta-feira,25, que está concedendo o cobiçado contrato de 10 bilhões de dólares e 10 anos para construir a nuvem da área militar para a Microsoft. É uma grande vitória para a Microsoft sobre a Amazon, que há muito era vista como pioneira no contrato de nuvem da JEDI (Joint Enterprise Defense Infrastructure) que migrará a infraestrutura e os dados de computação do Pentágono para a nuvem.

"Estamos surpresos com essa conclusão", disse um porta-voz da Amazon Web Services em comunicado enviado à publicação GeekWire. "A AWS é líder clara em computação em nuvem, e uma avaliação detalhada puramente das ofertas comparativas claramente leva a uma conclusão diferente. Continuamos profundamente comprometidos em continuar inovando no novo campo de batalha digital, onde segurança, eficiência, resiliência e escalabilidade de recursos podem ser a diferença entre sucesso e fracasso."

Amazon e Microsoft foram os finalistas do contrato, superando concorrentes, incluindo IBM e Oracle.

O Google desistiu da execução do contrato em outubro passado, dizendo que "não poderíamos ter certeza de que ele estaria alinhado com nossos princípios de inteligência artificial e observando partes do contrato "estavam fora do escopo com nossas atuais certificações governamentais".

O Google não estava sozinho ao criticar a abordagem de fornecedor único. A Oracle processou o Departamento de Defesa, alegando que o processo de compras foi feito sob medida para a Amazon. Um juiz federal rejeitou o protesto.

Deixe seu comentário