Pesquisa revela que 90% das operadoras temem um aumento nos custos de energia para 5G e Edge Computing

0
60

A Vertiv, em conjunto com a empresa analista de tecnologia 451 Research, divulgou os resultados de uma pesquisa detalhada, a qual revela uma grande dose de otimismo sobre os serviços que o 5G possibilitará e a interação com o edge computing.  A maioria das operadoras de telecom pesquisadas acreditam que a era 5G começará de verdade em 2021 em todos os lugares do mundo, com 88% dos pesquisados planejando implantar o 5G no período entre 2021-2022.

Entretanto, mais de 90% dos pesquisados acreditam que o 5G resultará em maiores custos de energia elétrica e estão interessados em tecnologias e serviços que melhorem a eficiência. 

Este resultado coincide com uma análise interna feita pela Vertiv, a qual considera que a mudança para 5G tem grandes chances de aumentar o consumo total de energia elétrica pelas redes em 150 a 170% até 2026, com os maiores aumentos ocorrendo nas áreas de macros, nós e redes de data centers.

A pesquisa questionou mais de 100 operadoras de telecom globais sobre as potenciais oportunidades e obstáculos apresentados pelas implementações de serviços em 5G e os impactos na adoção do edge computing.

Em relação ao edge e ao 5G especificamente, a pesquisa revela que a grande maioria das operadoras já implementaram (37%) ou planejam implementar (47%) edge computing alinhado com a infraestrutura para telefonia móvel – também chamado de edge computing de acesso múltiplo (MEC).

Deixe seu comentário