BlackBerry reverte prejuízo no quarto trimestre fiscal e ações sobem quase 7%

0
0

Wall Street reagiu positivamente à divulgação dos resultados financeiros da BlackBerry referentes ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2015, encerrado em 28 de fevereiro. No pre-market, negociação que ocorre antes da abertura da Nasdaq, os papéis da companhia já operavam com elevação de 6,7% nesta sexta-feira, 27. Logo após o início do pregão, contudo, a subida diminuiu um pouco, para 4,7%, com as ações negociadas a US$ 9,74. Os papéis da empresa encerraram o pregão negociados a US$ 9,46, alta de 1,7%.

Segundo o informe de resultados, a companhia fechou o último trimestre com lucro líquido de US$ 28 milhões, revertendo o prejuízo de US$ 423 milhões registrado em igual período do exercício fiscal de 2014. Por outro lado, a receita caiu de US$ 976 milhões para US$ 660 milhões na mesma comparação, o que representa retração de 32%. A área de hardware respondeu por 42% da receita, a de serviços, por 47% e a de software, por 10%. Ainda segundo o balanço, foram vendidos no período 1,6 milhões de smartphones para usuários finais.

Na quebra da receita por região geográfica, o desempenho não foi positivo. Na região da Europa, Oriente Médio e África (EMEA), a companhia somou receita de US$ 283 milhões, queda de 31% em relação ao mesmo período do ano fiscal de 2014. Já a América Latina arrecadou US$ 60 milhões no período, 52% a menos na mesma comparação, enquanto a América do Norte registrou queda de 30%, com US$ 205 milhões, e a região da Ásia-Pacífico teve retração de 20%, contabilizando US$ 112 milhões em receita.

Considerando todo o ano fiscal de 2015, a BlackBerry reduziu significamente de US$ 5,8 bilhões, no exercício fiscal anterior, para US$ 304 milhões. Já a receita recuou 51% na mesma comparação, de US$ 6,8 bilhões para US$ 3,3 bilhões.

Deixe seu comentário