Sony confirma venda de edifício em Tóquio por US$ 1,2 bilhão

0
8

Um mês após firmar acordo para a venda de seu edifício-sede em Manhattan, Nova York, por US$ 1,1 bilhão, a Sony confirmou nesta quinta-feira, 28, que também irá se desfazer de seu prédio de escritórios localizado em Tóquio, Japão, o Sony City Osali. Após rumores divulgados na imprensa internacional, o edifício foi comprado por US$ 1,2 bilhão pela empresa de investimentos Nippon Building Fund e por uma investidora japonesa que não teve o nome revelado. Esta é mais uma tentativa da empresa de recuperar-se de constantes perdas.

Segundo informa o site The Next Web, contabilizando os custos deduzidos da venda, a Sony embolsará US$ 1,19 bilhão e espera consolidar um ganho de aproximadamente US$ 440 milhões com o negócio. Embora tenha vendido o prédio, a Sony firmou um acordo com as compradoras que permitirá a ela permanecer no local por mais cinco anos. O edifício de 25 andares abriga 5 mil funcionários, muitos dos quais trabalham para os negócios de televisão e áudio da companhia.

Este é mais um esforço da Sony em tentar alavancar os negócios e reorganizar seus ativos para fortalecer sua estrutura societária. Em outubro de 2012, a empresa também anunciou a demissão de aproximadamente 2 mil empregados de sua sede no Japão, além de fechar uma fábrica de lentes para câmeras e celulares em Minokamo, cidade localizada na província de Ginfu.

Deixe seu comentário