Gigantes da computação em nuvem fazem mistério sobre expansão dos negócios

0
4

A Amazon Web Services (AWS) registrou receita operacional de US$ 890 milhões no trimestre encerrado em 31 de março, respondendo pela maior parte dos lucros da Amazon (US$ 1,01 bilhões em lucro líquido).

A receita da AWS cresceu 43%, com margem de lucro líquido superior 24% e maior do que a registrada no primeiro trimestre de 2016.

A Microsoft e a empresa-mãe da Google, Alphabet, também registraram fortes números na área de computação em nuvem no primeiro trimestre. A Microsoft não revela os números reais, mas informa que seu negócio em cloud cresceu 93%, ano a ano, mais do que o dobro da velocidade da AWS.

Já a Alphabet, controladora do Google, descreveu a plataforma de nuvem como uma das "empresas de crescimento mais rápido da organização", embora o mercado ainda identifique o Google como um distante terceiro player na hierarquia da nuvem.

Deixe seu comentário