WAVY Global cria chatbot que apoia PMEs no uso do WhatsApp

0
0

Em tempos de crise, se reinventar é necessário, e a tecnologia tornou-se uma grande aliada neste processo. Com a pandemia, devido à baixa procura, muitos estabelecimentos baixaram as portas, consequentemente fornecedores perdem uma fonte de renda que previamente era garantida e neste cenário, as marcas precisaram correr para se atualizar e oferecer uma interface online para o cliente final. Partindo dessa exigência, a WAVY Global lança um chatbot para a Fazenda Cubo, uma fazenda urbana vertical, que comercializa produtos cultivados pela própria equipe, com o objetivo de atender esta nova demanda e conectar as vendas de maneira B2C.

Funcionando pelo WhatsApp Business API, a ideia é que o cliente final tenha acesso a todo o processo de compra na palma da mão, conversando com o robô do estabelecimento no aplicativo, visualizando os produtos disponíveis e até concluindo o pedido. Com a novidade, ainda é possível proporcionar uma experiência diferenciada e eficiente ao comprador, garantindo o recebimento de produtos frescos, produzidos em ambiente limpo e controlado, sem uso de agrotóxico, além da otimização do tempo.

Para utilizar, basta o consumidor enviar um "oi" para o número (11) 97225-4863 ou clicar neste link. A partir daí, um bot (robô) vai mandar as instruções de como prosseguir. O pedido acontece de forma simples: ao iniciar uma conversa, o consumidor tem acesso a uma lista com todos os produtos disponíveis, e seleciona os que deseja comprar. Com a escolha feita, os itens são armazenados em um carrinho de compras virtual e o usuário finaliza o pedido realizando o pagamento – tudo dentro do próprio app. Depois disso, a Fazenda Cubo recebe o pedido e faz a entrega, ou seja, segue vendendo, contudo, desta vez, para o consumidor final, que agora pode pedir e receber em casa as verduras solicitadas, inclusive lavadas.

"Vivemos em uma era na qual a tecnologia nos proporciona um novo caminho para adaptação dos negócios. Ela nos permite ter flexibilidade, bem como rapidez e assertividade em diversos processos impensáveis. No WhatsApp, além de possibilitar a venda para um cliente, estamos ajudando a revolucionar o modelo de negócios da Fazenda Cubo, para que ela se restabeleça de maneira a sobreviver à nova conjuntura, consequente da crise e isolamento social", pontua Filipi Neves, coordenador de produto da WAVY Global, empresa de Customer Experience do Grupo Movile.

Paulo Bressiani, Fundador e CEO da Fazenda Cubo, diz que se atualizar é necessário para passar por esse momento de instabilidades e recessões. "Tivemos de nos adaptar ao novo cenário de pandemia, mas seguimos firmes e em busca de possibilidades para seguir com o nosso negócio. Junto à WAVY, encontramos uma solução que, para nossa surpresa não houve complicação para implantar, o canal apresentado foi bastante simples e fácil de manejar. Conseguimos trabalhar o modelo em questão de dias e continuamos tocando nosso negócio, mas dessa vez, a partir do contato com um outro público. E o mais legal é que já estamos vendo bastante resultado.", ressalta o executivo.

De acordo com um levantamento realizado pela WAVY Global, o atendimento via WhatsApp pode chegar a ser 80% mais barato do que o call center. Entretanto, o contato pessoal ainda é considerado fundamental para algumas empresas. "Prezamos muito pelo atendimento pessoal e isso também é um dos nossos diferenciais. O projeto é uma forma de trabalhar e mesclar esse atendimento, mostrando que a tecnologia não substitui esse contato, mas sim o complementa.", garante Bressiani.

Segundo Neves, a empresa entende que cada negócio tem a sua peculiaridade e que as soluções oferecidas buscam atender essas características. "Estamos sempre pensando em como inovar com ferramentas que atendam às necessidades dos nossos clientes com o melhor que temos para oferecer. Os chatbots já se tornaram item de primeira necessidade, uma vez que oferecem atendimento 24×7, com agilidade. Além da simplicidade para implementar, os custos são significativamente mais baixos, pois geralmente é bastante complexo e caro criar um app ou um e-commerce via web", finaliza o executivo da WAVY Global.

Deixe seu comentário