América Latina freia recuperação financeira da BlackBerry

0
1

O balanço financeiro da BlackBerry referente ao período de março a maio (seu primeiro trimestre no ano fiscal de 2014), divulgado nesta sexta-feira, 28, indica uma melhora da empresa. Sua receita total nesses três meses foi de US$ 3,07 bilhões, o que representa um crescimento tanto em relação ao trimestre anterior (dezembro a fevereiro), quando faturou US$ 2,68 bilhões, quanto em comparação com o mesmo período do ano passado, quando registrara US$ 2,81 bilhões. Na comparação anual entre trimestres, o prejuízo líquido da BlackBerry caiu sensivelmente, passando de US$ 518 milhões para US$ 84 milhões.

A BlackBerry informa que 71% da sua receita no trimestre proveio de venda de hardware e 26%, de serviços. Os 3% restantes vieram de venda de software. Nessa parte devem estar incluídas as vendas de sua loja de aplicativos.

A BlackBerry distribuiu 6,8 milhões de smartphones entre março e maio no mundo e 100 mil tablets. O volume de smartphones é 13% maior que aquele do trimestre anterior.

América Latina

Em relação ao mesmo trimestre do ano passado, as regiões que puxaram o crescimento da empresa em receita foram a Ásia/Pacífico e a Europa, onde seu faturamento aumentou 28% e 30%, respectivamente. Na América do Norte e na América Latina, porém, houve piora de 4,2% e 23%, respectivamente.

Se comparado com o trimestre imediatamente anterior, houve crescimento em todas as regiões, menos na América Latina, cuja receita caiu de US$ 479 milhões para US$ 449 milhões. A participação da região, que fora de 20,7% no faturamento da empresa um ano atrás, agora é de 14,6%. A companhia atribuiu a queda a problemas relacionados à política cambial na Venezuela, que impediram o reconhecimento de US$ 72 milhões em receita neste trimestre.

Futuro

A BlackBerry informou que deve registrar prejuízo novamente no próximo trimestre (junho a agosto) e que vai dar continuidade ao seu plano de redução de custos. Além disso, está trabalhando no desenvolvimento de novos produtos com o sistema operacional BlackBerry 10 e em serviços de computação móvel que representem novas oportunidades de receita. Por fim, pretende aprimorar o BlackBerry Messenger, transformando-o em um serviço multiplataforma líder de mercado.

Deixe seu comentário