TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Huawei e IHS anunciam estudo tendências em segurança pública

Postado em: 13/06/2016, às 16:10 por Redação

A Huawei, em parceria com a IHS, empresa de análises da indústria de comunicações em áreas críticas, anuncia o "LTE em Segurança Pública", estudo que mostra os desafios do segmento de segurança pública, incluindo recomendações práticas sobre as políticas de implantação das redes e tendências do desenvolvimento da rede LTE privada.

O estudo fornece uma análise abrangente sobre as redes LTE privadas na segurança pública, incluindo escala do mercado, tendências de desenvolvimento tecnológico, desenvolvimento de padrões e influência de organizações da indústria.

Huawey

Huawei e IHS lançaram o estudo "LTE em segurança pública

De acordo com a pesquisa, o segmento de segurança pública global está passando por significativas transformações. Os órgãos do setor buscam desenvolver redes privadas de comunicações críticas para melhorar suas capacidades, como permitir que os departamentos de polícia adotem comando visual para prever e responder rapidamente a incidentes.

A execução visual dentro do setor público requer uma maior largura de banda, já que as atuais tecnologias de banda estreita, incluindo analógica e digital, são incapazes de suportar esta demanda. Dessa forma, o segmento de segurança pública começa a desenvolver redes de banda larga LTE privadas que integram serviços de voz, dados e vídeo para atender a esse requisito.

Estimulados por esta tendência, alguns fornecedores já lançaram soluções projetadas para este segmento, indicando a importância das redes de banda larga LTE para habilitar as comunicações críticas no futuro.

"A IHS prevê que a escala do mercado de eNodeB LTE privada no segmento alcançará US$ 1.3 bilhões até 2019. As previsões de longo prazo demonstram que a taxa de crescimento das redes LTE privadas será ainda maior. Os sistemas para redes LTE privadas deverão ser adotados por mais de um milhão de usuários até 2021", disse Thomas Lynch, coautor do estudo e diretor do Grupo de Comunicações Críticas da IHS.

"Até o final do primeiro trimestre de 2016, a Huawei assinou 180 contratos para redes eLTE e criou 84 redes eLTE comerciais para diferentes setores, como segurança pública, transporte e energia. Nossa solução de trunking em banda larga eLTE foi implantada em inúmeros projetos, incluindo a rede e-Government em Nanjing, a polícia de Xangai, a delegacias de polícia no Quênia, o metrô de Zhengzhou e o sistema ferroviário metropolitano de Adis Abeba (capital da Etiópia). Isto melhora a confiabilidade, o custo-benefício e a flexibilidade de suas redes", disse Jianhua Peng, presidente da Unidade de Negócios Empresariais Wireless da Huawei.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial