TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Provedor alerta sobre riscos de backup na nuvem

Postado em: 23/05/2018, às 01:33 por Redação

Muitas pessoas e empresas não se atentam a isso, mas alguns espaços em nuvens utilizados como forma de backup, em geral, não garantem a inviolabilidade e segurança dos dados lá armazenados. Muito embora possam transparecer seguros, por advirem de empresas renomadas no mercado nacional e internacional, as senhas de acesso, ou mesmo as etapas de validação para visualização direta de arquivos não segue um protocolo rígido de criptografia.

Segundo Roberto Stern, CEO da Adamos Tecnologia, o primeiro erro dos clouds convencionais é manter a senha dos clientes em seus próprios bancos de dados, permitindo que as mesmas sejam a visualizadas por quaisquer profissionais de sua equipe ou, ainda, que os clientes possam solicitá-la.  "Essas práticas são muito comuns, mas acreditamos que o único detentor da senha deva ser próprio cliente. À empresa que fornece o espaço, o ideal é guardar um hash modificado e criptografado desta senha localmente", explica o especialista.

Pioneira na oferta de solução de backup no Brasil, a empresa afirma que se o cliente perder a senha do Safe Cloud Backup, seu principal produto ofertado no mercado, não há como recuperá-la. "A criptografia a partir do hash é a garantia de que ninguém irá violar ou acessar esses dados, nem nós mesmos e nem nosso parceiro OEM que faz a venda direta no mercado", explica Stern.

Além dessa garantia de inviolabilidade, o Safe Cloud Backup traz a vantagem de ser 100% automatizado minimizando a necessidade de intervenção humana para realizar seu processamento. "A instalação é simples e prática, dura, em média, dez minutos e, caso o cliente opte por não usar os assistentes, mais 15 minutos para as configurações devidas do aplicativo. Com isso, a automatização do backup economiza cerca de duas horas, por dia, do trabalho da equipe de TI das empresas", detalha o executivo.

Feito isso, o sistema checa, diariamente e de maneira automática, tudo que necessita ser copiado e seu processamento é feito "a quente", ou seja, sema necessidade de parar as máquinas ou limitar o acesso a pastas, rede, arquivos e softwares.  "Na sequência, uma imagem de snapshot do Windows é feita para que não seja possível mexer no arquivo direto do cliente e há 25 tipos de alertas  que reportam a ele os relatórios semanais e mensais com tudo o que é feito", detalha Stern.

Em breve, a Adamos Tecnologia irá liberar a versão 3.0 do Safe Cloud Backup, com novidades, tanto  para o mundo Web, quanto para plugins de bancos Open Souce, como: MySQL, FireBird e Postgresql. Em especial, para a Firebird, que funcionará como uma forma de backup do database online, sem a necessidade de parar o sistema. Além disso, a Adamos Tecnologia está com um novo controle de parceiros OEM e integrações adicionais via WebAPI.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial