Hyland cresce com novas soluções para atender transformação digital das empresas

0
54

Fundada em 1991 para atender a demanda de um banco local na cidade de Wisconsin, EUA, a Hyland, conhecida pela sua plataforma de gerenciamento de conteúdo (Enterprise Content Management), pode ser considerada uma exceção no mercado competitivo de tecnologia, pois nesses 30 anos vem crescendo ano após ano com base no seu software OnBase.

Mais de 16.000 organizações globais hoje utilizam a plataforma de serviços de conteúdo da Hyland para atender aos requisitos de transformação digital, através de uma rede de 300 parceiros globais, com uma taxa surpreendente de 96% de renovação de contratos com os clientes nos últimos 11 anos.

Celso Comissoli, country manager que lidera a operação brasileira, explica que em 2012 a empresa teve um impulso com investimentos do fundo Thoma Bravo, que adquiriu 51% das ações, mas manteve a diretoria da Hyland no gerenciamento dos negócios, demostrando confiança no retorno do investimento realizado. "A equipe de gestão é exatamente a mesma hoje, comandando uma empresa quase três vezes maior", disse Orlando Bravo, sócio-diretor da Thoma Bravo, em post no site do fundo.

O executivo explica que no Brasil a receita local continua crescendo dois dígitos, mesmo com a pandemia, e que esse ano prevê um grande salto de crescimento, entre 40% e 50%, devido os dois fatores tangíveis: o primeiro é o pipeline de contratos de projetos de implementação e de serviços profissionais que serão fechados este ano. O segundo, é o crescimento da oferta de produtos após a aquisição definitiva em outubro da Alfresco. "Agora detemos as duas Plataformas de Serviços de Conteúdo nomeados como líderes no Quadrante Mágico da Gartner", ressalta o executivo.

Explica ainda que a Hyland agora não é mais uma empresa conhecida pelo OnBase, pois através de aquisições ampliou sua oferta para atender aos requisitos de transformação digital para ajudar as organizações a digitalizar operações, acelerar processos e capacitar profissionais com informações relevantes.

Em 2017 adquiriu a Percpetive, que pertencia a Lexmark, incorporando-a a operação global. Como no Brasil a empresa estava dentro da estrutura da Lexmark, não houve um processo de incorporação, mas sim a contratação de profissionais experientes que saíram e passaram a atuar na Hyland.

Serviços profissionais

Comissoli ressalta que outro fator importante para esse crescimento se explica pela qualidade dos serviços profissionais e flexibilidade nas condições comerciais que oferece. "Temos uma equipe engajada e colaboradores satisfeitos na organização, que foi classificada em diversos anos como uma das 100 Melhores Empresas para Trabalhar da Fortune. Alguns dos nossos técnicos trabalham na Hyland há muito anos, motivo pelo qual conhecem a ferramenta profundamente, e assim resolver qualquer demanda de customização rapidamente".

No aspecto comercial a Hyland opera no modelo SaaS na nuvem; on premisses tradicional; contratos onde o cliente compra a licença e a Hyland oferece mão de obra no modelo Agile para o desenvolvimento das aplicações; ou o cliente adquire o produto e usa sua própria mão de obra.

"Mantemos a Universidade Hyland para formar profissionais para atender nossos projetos, mas que também podem ser contratados diretamente pelo cliente", explica.

Transformação digital

A Hyland inclui em seu portfólio de serviços de conteúdo além das duas plataformas líder na gestão de conteúdo ,soluções de captura inteligente, busca empresarial, automatização robótica de processos, credenciais digitais Blockchain, soluções móveis e automatização de processos corporativos para complementar os atuais investimentos tecnológicos dos clientes, permitindo que eles cumpram com os requisitos corporativos e oferecendo melhores capacidades para seus colaboradores trabalharem com mais eficiência.

Apesar de contar com ferramentas utilizadas em vários segmentos de mercado, tem forte adoção na área de Saúde (mais de 5 mil hospitais em todo mundo); em finanças, onde tem clientes entre os 10 maiores bancos, área acadêmica, com 400 universidades, segurança e governo, onde tem clientes, por exemplo, como o FBI norte-americano.

"Nossos pontos fortes combinados – incluindo inovação de produto, experiência no setor e foco no cliente – garantem que nossos clientes tenham as soluções mais avançadas para gerenciar conteúdo e processos agora e no futuro", finaliza.

Deixe seu comentário