CEO da LogMeIn deixa cargo, mas permanece na presidência do Conselho de Administração

0
0

A LogMeIn, companhia norte-americana especializada em soluções de gerenciamento remoto de dispositivos móveis, anunciou nesta quarta-feira, 2, que o cofundador da empresa, Michael Simon, vai deixar o cargo de CEO no fim do ano, depois de 12 anos no posto. O executivo, que permanecerá como presidente do Conselho da companhia, será sucedido por William Wagner, atual presidente e COO da LogMeIn.

CEO da empresa desde 2003, Simon ajudou a LogMeIn a crescer de uma startup com três pessoas a uma empresa líder em nuvem, com cerca de mil funcionários, nove escritórios globais e mais de US$ 200 milhões em receita anual. Ele liderou a companhia em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em 2009, e ajudou a empresa a atrair milhões de usuários no mundo todo.

Wagner, por sua vez, foi contratado em 2013, juntando-se à LogMeIn como primeiro COO da empresa, implementando iniciativas estratégicas que ajudou a acelerar o crescimento da companhia. O executivo foi promovido ao cargo de presidente em janeiro de 2015 e, posteriormente, nomeado ao Conselho de Administração da empresa.

Deixe seu comentário