Políticos e entidade empresarial pedem esclarecimentos sobre parceria do MCTIC com a Cisco

0
0

A Federação Assespro encaminhou um ofício ao MCTIC (Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) questionando sobre a parceria assinada com a multinacional Cisco para o desenvolvimento de projeto de avanço da digitalização no Brasil.

Representante de mais de 2,5 mil empresas desenvolvedoras de software no país, a Assespro entende que, especialmente em um momento de crise, é necessário que o governo invista na produção nacional.

A entidade questiona ainda como as empresas nacionais poderão contribuir e se beneficiar de tal acordo. Os questionamentos que a Assespro fez ao MCTIC são:

I – Quais os termos desse acordo?

II – Houve a publicação de um edital de chamamento público para apresentação de propostas similares de acordo?

III – Quais dados e informações que o governo brasileiro irá disponibilizar para a Cisco?

IV – As soluções desenvolvidas por outras empresas, nacionais ou não, deverão ser submetidas a aprovação para Cisco para atingir o mínimo de operabilidade?

V – Qual o montante de investimento, de pessoal e capital financeiro, que será empenhado neste projeto, tanto da parte do governo brasileiro, quanto da Cisco?

VI – Quais são os impactos desse acordo para as empresas nacionais de TI, startups e de inovação?

Políticos

Na segunda-feira, 1º, parlamentares da oposição apresentaram o Requerimento de Informações (RIC) 556/2020, no qual também solicitam mais detalhes sobre o acordo, segundo informou a Teletime. O requerimento foi feito pela deputada Margarida Salomão (PT-MG), juntamente com os deputados Pedro Uczai (PT-SC), Natália Bonavides (PT-RN) e Alencar Santa Braga (PT-SP).

Direcionado aos ministros da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes; e da Relações Exteriores (MRE), Ernesto Araújo, o requerimento quer a apresentação dos termos e detalhes sobre o memorando de entendimento. Os parlamentares entendem que houve uma falta de transparência do governo brasileiro sobre o acordo, especialmente dos critérios técnicos envolvidos.

Deixe seu comentário