Ministério dos Transportes contrata rede de dados para transporte ferroviário

0
0

A Embratel anuncia o fechamento de contrato com a Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal S.A., órgão vinculado ao Ministério dos Transportes, para o fornecimento de Rede Única de Dados MPLS (RUD MPLS). A solução será responsável pela transmissão de dados com alta disponibilidade e gerenciamento pró-ativo em 14 localidades, principalmente no estado do Rio de Janeiro. O valor do contrato não foi revelado.

"Com essa solução, a Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal S.A. terá 98% de acessos próprios e capacidade de gerenciamento de rede, o que proporcionará mais agilidade na transferência de dados", diz Maria Teresa Azevedo Lima, diretora Executiva Regional Centro, Norte e Nordeste da Embratel, destacando que a solução comercializada é destinada a empresas que necessitam focar em segurança, otimização de recursos, tratamento de tráfego, gerência e escalabilidade.

"Acreditamos encontrar, através do serviço contratado junto a Embratel, uma solução com foco em alta disponibilidade e comunicação direta das Unidades Regionais com a Administração Geral/RJ em uma rede confiável", declara Marco Henrique de Araujo, gerente de Informática da Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal S.A.

A RUD MPLS é destinada as empresas que têm o conteúdo de seus dados centralizado em uma localidade e necessita acessar, consultar e baixar arquivos de maneira rápida e segura a partir de outros pontos. Essa solução interliga e cria uma rede para agilizar as transferências de informação. Outro ponto importante é que a RUD MPLS utiliza um método de classificação e priorização denominado DiffServ, resultando em QoS (qualidade de serviço) com até seis classes de serviços: voz/vídeo, missão crítica, interativa, bulk, network control e best effort.

Deixe seu comentário