Cientistas brasileiros poderão usar créditos fornecidos pelo CNPq para hospedar dados na AWS

0
0

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Amazon Web Services (AWS) assinaram um acordo de cooperação para incentivo à pesquisa em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Brasil. Com este acordo, pesquisadores selecionados pelo CNPq, terão a oportunidade de utilizar créditos promocionais da AWS em projetos científicos em diversas áreas que utilizam serviços de computação em nuvem.

A iniciativa faz parte do Programa AWS Cloud Credits for Research, conectando a AWS ao CNPq como parte do compromisso e investimento em educação e desenvolvimento tecnológico que a empresa realiza no país.
A cerimônia de assinatura aconteceu em Brasília com a presença do Diretor da AWS para Setor Público na América Latina, Caribe e Canadá, Jeffrey Kratz e do presidente do CNPq, João Luiz de Azevedo. "É uma ação inovadora que será realizada por meio do apoio a projetos de pesquisa em CT&I com recursos não financeiros. Será um grande incentivo ao aprimoramento das pesquisas beneficiadas", afirmou Azevedo.

A partir desse acordo, o CNPq lançará, ainda este ano, uma chamada pública para selecionar pesquisadores de projetos de CT&I, em diversas áreas. Uma vez selecionado, cada projeto terá acesso a serviços em nuvem em áreas inovadoras como Machine Learning, Internet das Coisas e Inteligência Artificial.

Os candidatos que receberão os créditos promocionais deverão primeiro apresentar, em sua proposta ao CNPq, uma estimativa dos seus custos com a computação em nuvem. Para este cálculo, a AWS oferece de forma gratuita a ferramenta AWS Simple Monthly Calculator, utilizada para criar estimativas de custos dos serviços em nuvem, que são cobrados de acordo com o uso.

Para cada projeto selecionado serão disponibilizados até US$ 15.000,00 em créditos promocionais da AWS, que devem ser utilizados em serviços de computação em nuvem da companhia, em até 12 meses partir da data de emissão dos créditos. Este benefício faz parte do Programa AWS Cloud Credits for Research, apoia pesquisadores que querem:

1.  Criar aplicações, software ou ferramentas de ciência como um serviço hospedados na nuvem e disponíveis publicamente para facilitar tanto sua própria pesquisa futura quanto a de sua comunidade.

2.  Executar testes de prova de conceito ou de benchmark que avaliem a eficácia da migração de cargas de trabalho científicas ou conjuntos de dados abertos para a nuvem.

3.  Treinar uma comunidade mais ampla no uso da nuvem para cargas de trabalho científicas por meio de workshops ou tutoriais.
 
Os créditos da AWS foram criados para ajudar profissionais de tecnologia, empreendedores e pesquisadores no início de suas jornadas com a computação em nuvem, para que eles possam experimentar, testar e aprender com serviços como banco de dados, machine learning e inteligência artificial, ou soluções para internet das coisas.

Com milhões de clientes ativos em todo mundo, a AWS oferece 165 serviços de computação em nuvem, com recursos completos para computação como armazenamento, redes, analítica, aprendizado de máquina e inteligência artificial, internet das coisas, cibersegurança, realidade virtual e aumentada (VR e AR), mídia e desenvolvimento, implantação e gerenciamento de aplicativos.

Deixe seu comentário