Aluga-se um hacker

3
54

Quanto vale a senha do Facebook da sua namorada? Ou o acesso ao servidor no qual ficam as notas na sua faculdade? Quanto você pagaria para remover uma foto comprometedora sua publicada na Internet? Pois saiba que há muita gente disposta a pagar valores que chegam a 5 mil dólares  por esse tipo de informação ou serviço. Prova disso é o surgimento na rede mundial de computadores de páginas que oferecem o serviço de personal hacker, como o Hacker's List, que conta com perfis de mais de mil "especialistas em segurança", oferecendo seus conhecimentos para ataques digitais de todos os tipos, chamando a atenção das autoridades e internautas preocupados com questões como privacidade e segurança.

Esse tipo de serviço é uma variação do chamado ethical hacker (o hacker ético), oferecido a empresas preocupadas em encontrar vulnerabilidades em sua rede.  O hacker de aluguel pode tanto realizar atividades consideradas lícitas (testar senhas, verificar quais informações podem ser encontradas publicamente na internet, etc) como ilícitas (invadir celulares, roubar informações de terceiros ou alterar informações, por exemplo). A legalidade da atividade depende do país no qual ela é desenvolvida e do que será feito. No Brasil, a lei 12737, de 2012, mais conhecida como "lei Carolina Dieckman" (atriz que teve suas fotos nua publicadas por hackers na internet), classifica como crime atos como a invasão de aparelhos eletrônicos para captura de informações particulares ou mesmo a divulgação de dados sigilosos, com os infratores sujeitos a multa e pena de detenção, que pode superar  três anos.

Os serviços de ethical hacker são oferecidos desde a década de 1990, especialmente nos Estados Unidos. Trabalhei em uma empresa no Brasil que contratava esse serviço e acredito que ele deve fazer parte da estratégia de segurança de qualquer companhia. Afinal, é melhor controlar o risco do que ignorá-lo. Já no caso do personal hacker, é uma prática que levanta várias questões. É difícil ter garantias sobre a legalidade do trabalho (se bem que muitos internautas parecem não estar muito preocupadas com isso…) e sobre a segurança dos dados usados na contratação do serviço. Quem garante que, ao alugar um hacker suas informações de cartão de crédito utilizadas no pagamento não vão parar nas mãos de criminosos da Internet? A revista Forbes, por exemplo, publicou um artigo no qual critica a fragilidade do modelo adotado pelo Hacker's List. É preciso ter muito cuidado. Os verdadeiros profissionais e empresas de soluções de segurança conhecem as ferramentas e as estratégias utilizadas pelos hackers, mas usam esse conhecimento de forma legal e em prol da proteção das companhias e dos seus clientes.

Carlos Cortizo, gerente de engenharia de sistemas da Fortinet.

3 COMENTÁRIOS

  1. Senhores tenho muitos problemas na minha vida por ter um video intimo meu circulando na internet eu ja tentei varias veses conseguir achar E NÃO CONSIGO QUERIA SABER SE OS SENHORES PODEN ME AJUDAR DE ja OBRIGADO

  2. Olá, quero saber se podem descobrir quem está invadindo minha privasidade no PC, e se podem me enviar um relatório detalhado para que possa entrar com um processo contra o individuo?

Deixe seu comentário