Facebook quer usar Messenger para negócios financeiros

0
0

O Facebook vem tentando há muito tempo tornar seu aplicativo Messenger uma ferramenta de atividade comercial. Para tentar convencer bancos para oferecer serviços dentro do Messenger, a empresa buscou parcerias com os principais bancos americanos, incluindo Citigroup, Wells Fargo, J.P. Morgan Chase e US Bank, buscando acesso a "informações financeiras detalhadas sobre seus clientes, incluindo transações com cartões e saldos de contas correntes,", informou o Wall Street Journal.

Esses negócios dariam ao Messenger a capacidade de alertar clientes sobre atividades fraudulentas em sua conta ou permitir que eles verifiquem seu saldo. Uma integração mais profunda com os bancos também daria Facebook outra maneira de empurrar os usuários para fazer compras na plataforma.

Segundo o jornal, o Facebook também pediu dados adicionais, como onde os clientes estão gastando seu dinheiro fora da rede social.

Enquanto os bancos querem ser mais inovadores e oferecem aos clientes maneiras de transacionar em seus telefones, neste caso eles estavam muito preocupados sobre a capacidade do Facebook de manter os dados confidenciais dos clientes privados.

Deixe seu comentário