Adobe lança editor de código open source Brackets

0
2

A Adobe Systems lançou nesta semana a primeira versão finalizada de seu editor Brackets. Voltado para a edição de códigos HTML, JavaScript e CSS, o programa open source foi desenvolvido nestas mesmas linguagens e tem versões para Windows, Mac e Linux.

O software serve como alternativa aos já conhecidos Sublime, NotePad++, gedit e Atom, entre outros, e tem como foco desenvolvedores e web designers. Os destaques ficam para as ferramentas visuais, como a própria empresa ressalta, e os recursos mais interessantes são o Live Preview e o da extensão Extract – esta última ainda em testes.

O primeiro permite que os usuários vejam, em tempo real e no navegador, as mudanças feitas no código de uma página. Já o segundo serve para extrair dados, como cores, fontes, gradientes e camadas, de um arquivo PSD, gerando um novo CSS com as informações.

Fora isso, o Brackets ainda tem suporte a pré-processadores, como LESS e SCSS, e à edição "inline". Esta última função permite que você edite um CSS, por exemplo, dentro do HTML mesmo, sem precisar abrir uma nova janela e correr o risco de esquecer onde estava. Para ativá-la, basta colocar o cursor sobre uma tag e apertar Ctrl+E (ou Cmd+E, no Mac).

O editor de código já tem várias extensões disponíveis, que pode ser baixadas pelo site da solução. Elas incluem temas e soluções que adicionam suporte a Git e JSHint, permitem esconder trechos já editados do arquivo ("fold") ou formatam os documentos JavaScript, HTML e CSS. Uma lista de novidades e das mais usadas está disponível aqui, e novos add-ons e recursos devem ser lançados a cada três ou quatro semanas.

Se estiver interessando, dá para baixar o Brackets por aqui – com ou sem o Extract. O código-fonte dele está disponível no GitHub, sob licença MIT, e qualquer um pode modificá-lo, adaptando a ferramentas às suas necessidades.

Deixe seu comentário