Capgemini fecha semestre com aumento de 26% no lucro e de 12% na receita

0
1

A Capgemini encerrou o primeiro semestre deste ano com lucro líquido consolidado de 366 milhões de euros, o que representam crescimento de 26% acima dos 290 milhões de euros registrados no ano anterior. A receita da fornecedora de serviços de consultoria, tecnologia e terceirização entre janeiro e junho totalizou 6,25 bilhões de euros, cifra 11,6% maior do que os 5,6 bilhões contabilizados em igual período de 2015. O crescimento orgânico (excluindo o impacto das moedas em relação ao euro e as mudanças no escopo da companhia) foi de 3,3% no primeiro semestre e de 3,8% no segundo trimestre. A unidade Digital & Cloud cresceu 32%, com taxas de câmbio constantes, e foi responsável por 28% da receita do semestre.

A margem operacional cresceu 31% em relação ao mesmo semestre do ano anterior, para 638 milhões de euros, e representa 10,2% da receita, 150 pontos base a mais ano a ano, com aumento em todas as regiões e segmentos em que a empresa atua. Além do impacto positivo da integração da IGATE e das respectivas sinergias, esse aumento da lucratividade demonstra o valor criado pela industrialização contínua das operações da companhia e da contribuição crescente das ofertas de alto valor da área de digital e cloud.

Para o ano todo, a Capgemini atualizou a previsão da margem operacional para um índice entre 11,3% e 11,5% (contra 11,1% a 11,3% no ano anterior). Ela também confirma sua meta de aumento da receita de 7,5% para 9,5%, com taxas de câmbio constante neste ano e um fluxo de caixa orgânico livre de 850 milhões. A companhia prevê um impacto negativo de – 2% decorrente das flutuações cambiais na receita, principalmente devido à valorização do euro frente à libra esterlina e ao real.

Deixe seu comentário