Com ressalva, FTC aprova compra do WhatsApp pelo Facebook

0
6

A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês) aprovou a compra do serviço de mensagens WhatsApp pelo Facebook, realizada em fevereiro, por US$ 16 bilhões, porém, com uma ressalva, segundo informou o Digits, blog de tecnologia ligado ao The Wall Street Journal.

Em memorando emitido nesta quinta-feira, 10, a FTC lembrou as empresas enfaticamente sobre "suas obrigações de proteger a privacidade de seus usuários", remetendo ao acordo de privacidade que firmou com o Facebook em 2012, após investigação, iniciada em 2011, sobre as práticas da rede social em relação às políticas de privacidade.

À época, ficou definido que o Facebook deveria fazer aviso claro e proeminente e receber o consentimento dos usuários sobre o compartilhamento de informações e configurações de privacidade. Na carta enviada nesta quinta-feira, o Birô de Defesa do Consumidor da FTC salientou que, se o WhatsApp não honrar o acordo, as duas empresas serão consideradas como violadoras da lei e do contrato.

Um representante do Facebook disse em um comunicado que a empresa está "satisfeita com a aprovação da aquisição do WhatsApp", mas não quis comentar sobre as preocupações da FTC em relação às questões de privacidade. Já o WhatsApp não se pronunciou sobre a decisão.

Deixe seu comentário