Mercado de 'internet das coisas' pode movimentar mais de US$ 1,4 trilhão até 2017

0
0

O número de dispositivos ligados à internet vai continuar aumentando nos próximos anos, o que deve gerar novas grandes oportunidades de negócios para muitos setores. Um estudo da Bain & Company, consultoria global de negócios, mostra que o segmento de "internet das coisas" (IoT, na sigla em inglês) movimentará mais de US$ 1,4 trilhão em todo o mundo até 2017.

De acordo com a consultoria, o destaque deve ficar para o setor de softwares e serviços, já que é previsto um investimento bilionário, na casa dos US$ 70 bilhões. Isso porque as empresas deverão aprender a lidar com o desenvolvimento de infraestrutura e banco de dados para dar conta da demanda e gerenciar todas as interações.

No geral, a Bain & Company identifica um significativo entusiasmo do mercado em conectar produtos e serviços para os consumidores, revelando um grande potencial para várias indústrias.

Os grandes players de tecnologia são capazes de desenvolver soluções na intersecção da agilidade, análises e computação em nuvem para aproveitar essa explosão de dados. Análise de dados, inclusive, é mais um segmento que pode atrair muitos investimentos — da ordem de US$ 50 bilhões para infraestrutura, desenvolvimento de tecnologia e análise avançada.

Segundo a consultoria, merece destaque, também, o mercado de serviços de conectividade ­— a receita de serviços para provedores de comunicação pode chegar a US$ 355 bilhões.

Deixe seu comentário