CSU registra receita líquida de R$ 433,7 milhões em 2019

0
55

A CSU, empresa de prestação de serviços de tecnologia voltados ao consumo, relacionamento com o cliente e processamento de transações eletrônicas, anunciou que a receita bruta da companhia atingiu R$ 482,4 milhões em 2019, registrando avanço de 3,5% na comparação anual — R$ 127,3 milhões apenas no último trimestre do ano. A receita líquida anual foi de R$ 433,7 milhões, valor 3,3% superior ao alcançado no ano anterior.

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também apresentou evolução, atingindo o montante recorde de R$ 102,8 milhões no ano de 2019, um crescimento de 26,2% na comparação com 2018. Somente no 4T19, foram R$ 29,3 milhões de EBITDA, o que representa um aumento ainda maior, de 62,5% frente ao mesmo período do ano anterior. Já o Lucro Líquido da Companhia atingiu de R$ 26,8 milhões em 2019. Os resultados possibilitaram a distribuição de R$ 10,6 milhões aos acionistas na forma de Juros Sobre o Capital Próprio (JCP), um payout de 39,3% sobre o lucro do exercício.

Brascard, Caruana, Digimais, Valid Certificadora Digital, Santander, iFood, AirFox, Tok&Stok e Unidas são as companhias que entraram para a lista de clientes da CSU no ano de 2019. Para atender esses e os demais contratos, a CSU investiu R$ 50,7 milhões ao longo do ano para o desenvolvimento de novas soluções e implantação de sistemas

"Reafirmando a característica do modelo de negócio da CSU como uma prestadora de serviços one-stop-shop, no ano de 2019, conseguimos aproveitar as oportunidades de cross-sell e up-sell entre as Divisões. Também obtivemos êxito em renovações contratuais e na conquista de novos clientes", explica o diretor de Relações com Investidores da CSU, Ricardo Ribeiro Leite.

Divisões de Negócio

A CSU.CardSystem, divisão especializada no processamento de meios eletrônicos de pagamento, encerrou o ano com 22,7 milhões de cartões cadastrados, crescimento de 15,8% em relação a 2018, com 2,8 milhões de cartões adicionados à base em 2019. A divisão segue ampliando o seu portfólio com produtos como os cartões digitais e virtuais (sem necessidade de cartão físico), as wallets de pagamento — compatíveis com Samsung Pay, Android Pay e também Apple Pay — os dispositivos vestíveis de pagamento (wearables), além de produtos como os pagamento via QR Code e os cartões contactless, com plataformas que trazem a segurança e a confiança demandadas pelos clientes. "Para 2020, estamos investindo no crescimento do mercado com as contas de pagamento e na evolução do ecossistema brasileiro para o Sistema de Pagamentos Instantâneos", afirma Leite.

A MarketSystem, divisão provedora de soluções de marketing de relacionamento e programas de fidelidade e incentivo, atingiu recorde histórico. O volume financeiro transacionado na plataforma OPTe+ alcançou R$ 283,2 milhões em 2019, um aumento de 15,9% no comparativo anual. Além disso, foram 11 novos parceiros comerciais adicionados à plataforma, nomes como Marisol, Lilica Ripilica, FOM, Camicado e Lojas Renner.

Na CSU.Contact, responsável pelas operações de teleatendimento, help desk, cobrança, back office, televendas e relacionamento com clientes, o total de posições de atendimento faturadas apresentou crescimento de cerca de 5% na comparação com o ano de 2018. A Unidade tem obtido sucesso em seu posicionamento ao mercado como provedora de serviços especializados para toda a jornada do cliente, ofertando soluções tecnológicas e de robotização, que resultam em aumento de produtividade e satisfação do cliente.

Deixe seu comentário