Microsoft investe US$ 720 mil em centro de estudos de tecnologia criado com a USP

0
0

A Microsoft e a Universidade de São Paulo (USP) assinaram nesta quinta-feira, 12, um acordo para criação de um Centro de Estudos de Tecnologia e Sociedade. A parceria, a primeira dessa natureza firmada pela empresa na América Latina, tem omo objetivo estimular a pesquisa local sobre temas relevantes na área de tecnologia e com impacto na sociedade. Para tal, a Microsoft investirá US$ 720 mil, entre 2013 e 2015, para a gestão do espaço.

O centro terá caráter multidisciplinar, envolvendo áreas como tecnologia da informação (TI), ciências da computação, direito e economia. Segundo a fabricante de software, o objetivo principal da ação é produzir estudos sobre temas como o impacto da computação em nuvem nas pequenas e médias empresas, a proteção da propriedade intelectual no segmento de software, a privacidade e a proteção de dados no ambiente digital, entre outros assuntos. As atividades presenciais poderão ser desenvolvidas em diferentes espaços físicos já existentes na USP.

O espaço também nasce com o intuito de promover eventos internacionais, fortalecendo o intercâmbio de conhecimento entre acadêmicos de diversos países, principalmente do México e da Índia, tradicional polo de desenvolvimento de softwares.

Ainda de acordo com a Microsoft, a coordenação e administração do centro serão feitos pela USP, sem qualquer interferência da companhia em metodologias e conclusões das pesquisas realizadas, garantindo total independência acadêmica.

Outras parcerias

Além da parceria com a USP, a Microsoft firmou recentemente outros convênios que aproximam a empresa do universo de pesquisa acadêmica. Um deles foi na China, com a Universidade de Tsinghua, no qual foi investido US$ 1 milhão. Outra parceria importante foi fechada com a Universidade de Washington para a criação de um laboratório que une as áreas de direito e tecnologia, estabelecendo diretrizes para advogados e legisladores especializados no tema, cujo aporte inicial foi de US$ 1,7 milhão.

Deixe seu comentário