Telefonica vende infraestrutura de torres na Europa e América Latina

0
22

A Telefonica anunciou a venda da sua infraestrutura de torres na Europa e na América Latina detidas por sua subsidiária Telxius para a gigante de infraestrutura American Tower por € 7,7 bilhões, enquanto o grupo operadora continua seus esforços para redirecionar seus negócios.

A venda cobre 30.722 torres em toda a Espanha, Alemanha, Brasil, Peru, Chile e Argentina atualmente detidas pela Telxius, uma subsidiária da divisão de infraestrutura recém-formada da Telefonica.

A Telefonica detém uma participação de 50,1% na Telxius, tendo feito investimentos externos na unidade nos anos após sua formação.

A operadora observou que ganharia 3,5 bilhões de euros com a transação, dinheiro que planeja usar para reduzir a dívida. Como parte da venda, concordou em continuar os arrendamentos existentes na infraestrutura.

Após o desinvestimento de sua divisão de torres, os ativos da Telxius compreenderão seu negócio focado em cabos submarinos, que opera cerca de 100.000 km de cabos.

Reestruturação

Em nota, a Telefônica apontou a transação como parte de uma tentativa de reformulação de seus negócios, com o objetivo de "potencializar as oportunidades com maior potencial de crescimento, alavancando o valor de nossa infraestrutura; para aumentar a agilidade e melhorar a eficiência; e criar valor com um modelo sustentável de longo prazo".

Ela já vendeu várias divisões e ativos como parte do esforço para se concentrar em países e tecnologias consideradas essenciais para seu futuro.

O presidente da Telefonica, Jose Maria Alvarez-Pallete, disse que "este é um negócio que faz sentido estratégico dentro de nosso roteiro", observando que a American Towers já era o segundo maior fornecedor de infraestrutura de torre da empresa, atrás de sua própria unidade.

"Depois dessa grande operação, continuaremos focados em nossos objetivos mais ambiciosos: a integração da O2 com a Virgin no Reino Unido, a compra da Oi mobile no Brasil e a redução do endividamento", destacou o executivo.

Deixe seu comentário