Como manter a continuidade dos negócios em tempos de crise

0
0

O mundo enfrenta neste momento uma crise inesperada de grandes proporções. Não há dúvidas de que em situações como essa a prioridade é o bem-estar das pessoas impactadas, sem esquecer de empresas que têm seus negócios em risco, afetando as vidas de milhares de famílias.

A tecnologia pode contribuir de várias formas para minimizar os impactos da pandemia em todo o mundo. As empresas do setor contam com soluções capazes de facilitar a continuidade dos negócios por meio de conectividade eficiente e segura, contribuindo para a recuperação da economia.

Em relação aos modelos de trabalho, a tecnologia foi um elemento fundamental para que o home office se consolidasse globalmente como a alternativa mais adequada e segura para a maioria das empresas.  Alguns setores já conduziam experiências de trabalho remoto, outros tiveram de correr para se ajustar ao novo cenário. Porém, gostaria de tratar aqui de quatro indústrias altamente demandadas e nas quais a tecnologia pode fazer – e faz – uma imensa diferença.

Atendimento médico

Responder ao grande aumento de pacientes representa um trabalho de missão crítica para as organizações e serviços de saúde, tanto públicas quanto privadas. É vital que elas tenham planos de resposta rápida que incluam a expansão da cobertura de uma rede existente para outros sites remotos, temporários ou até mesmo residências, sem necessidade de pré-provisionamento e mantendo as características de conectividade, gerenciamento e segurança do site original. Essas soluções podem ser extremamente úteis para implementar rapidamente um hospital de campanha, e para que o pessoal administrativo trabalhe em casa com conexão segura.

É possível, ainda, monitorar a rede, proporcionar visibilidade da experiência e acessar aplicações críticas ao negócio, permitindo identificar problemas e gargalos, sem a necessidade da presença ou intervenção de um técnico em campo para realizar testes, o que pode ser ainda mais difícil nos tempos atuais.

Destaco também a relevância dos serviços de geolocalização e do uso da telemedicina.

Educação

Apesar do fechamento temporário de instituições de ensino em grande parte do país, é possível manter o aprendizado e a interação de alta qualidade, por meio de experiências digitais seguras e inovadoras. Temos visto várias iniciativas inspiradoras, tanto no Brasil quanto em outros países. Para terem sucesso, as escolas e universidades devem garantir que seus professores e demais equipes trabalhem remotamente, é claro, com acesso seguro a dados confidenciais e a uma plataforma que forneça colaboração eficaz e ágil, com riqueza de recursos. É preciso fazer com que professores e alunos se sintam engajados e tão confortáveis como na sala de aula.

Entregas em domicílio

As restrições de circulação em grande parte das cidades impulsionaram lojas, supermercados e restaurantes a movimentos de inovação, utilizando-se de plataformas online e serviços de drive-thru. Para atender ao objetivo de manter o negócio em funcionamento, estas empresas precisam ser capazes de não apenas colocar o pessoal que não atua com o atendimento direto ao cliente para trabalhar em home office, como também fazer a gestão dos serviços de entrega a partir da nuvem, coordenar com eficiência uma série de pedidos originados em diferentes plataformas e estender o alcance da rede de internet, no caso do drive-thru.

Call centers

O serviço de call center é essencial para manter todos os públicos informados em situações de crise, seja sobre um serviço público ou uma empresa privada que mantém seus funcionários em home office. Por estarem em uma posição tão estratégica, é de extrema importância que as empresas de call center facilitem o trabalho remoto, preservando a saúde dos colaboradores. Para isso, é necessário que as chamadas recebidas sejam redirecionadas automaticamente para telefones com VoIP, com bom desempenho em voz e vídeo.

Inovações tecnológicas que parecem tão distantes para muitas pessoas, como redes gerenciadas em nuvem, soluções para Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial (AI), serviços de localização e análise de dados, além de, é claro, plataformas de rede e switching, são prioridades para a continuidade dos negócios e para garantir uma experiência de qualidade ao cliente no momento difícil que estamos enfrentando.

Para as empresas, há uma boa notícia. Facilitar o trabalho remoto e manter a continuidade dos negócios com conectividade segura em momentos assim não deve resultar em gastos mal sucedidos. De acordo com o International Workplace Group, dar flexibilidade aos funcionários para trabalhar em locais remotos com segurança aumenta a eficiência e a competitividade, e 85% dos executivos pesquisados globalmente pelo IWG indicam que os negócios são mais produtivos por causa disso. Tanto é assim que os Estados Unidos estimam que sua estratégia de trabalho flexível permitirá ver, até 2030, um impulso econômico de até US$ 4,5 bilhões por ano.

Talvez estejamos prestes a entrar em uma nova era do mercado de trabalho.

Antenor Nogara, country manager da Aruba no Brasil, uma empresa da Hewlett Packard Enterprise.

Deixe seu comentário