Way assessora mais de 200 grandes empresas em projetos de economia de baixo carbono

0
35

Com mais de 200 clientes corporativos, Way presta assessoria sobre mudanças globais do clima, gestão de ativos ambientais e desenvolve estratégias e negócios visando a ecoeficiência e a economia de baixo carbono para os setores público e privado desde 2006, tornando-se uma referência na área.

Entre seus clientes figuram organizações como BRF, LATAM, Ecorodovias, MRV, Natura e Nubank, assim como órgãos governamentais como a Prefeitura de Salvador, para quem ela desenvolveu o Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças do Clima, a de BH e de POA, para quem já realizou reports e estratégias de mitigação de gases do efeito estufa.

Um dos seus principais produtos é o Climas, software de gestão integrada de informações ESG, parametrizável, que monitora as evoluções em diferentes indicadores como emissões, resíduos, água, energia ou indicadores sociais e de governança, de forma integrada aos sistemas operacionais da empresa, provendo tanto informações para a gestão interna como para a comunicação externa. "Idealizamos essa solução para que as empresas deixem de ser meras espectadoras do processo de melhoria de sustentabilidade, habilitando informações estratégicas em tempo real para viabilizar a tomada de decisão", avalia Felipe Bittencourt, CEO da WayCarbon. A solução já é líder de mercado.

Números e projeções

Nos últimos quatro anos, a companhia desempenhou um crescimento de 600% de vendas. Para 2021, a previsão é lançar novos produtos tecnológicos de gestão ESG e dos riscos financeiros ligados à mudança do clima, além de expandir o time interno em 20%, chegando a 100 colaboradores.

Uma das novidades é a abrangência da oferta da solução MOVE (Model for Vulnerability Evaluation), já utilizada internamente em serviços de consultoria técnica, para o mercado realizar a gestão do risco financeiro da mudança do clima de uma maneira independente e dinâmica, como no caso dos bancos, que poderão acompanhar a análise de risco climático das empresas que financiam, por exemplo.

Outra meta é internacionalizar a solução de gestão ESG CLIMAS, a qual até o ano passado era comercializada apenas no Brasil, apesar de já ser utilizada em 13 países por clientes com operações no exterior, e que, a partir de 2021, abre venda direta para empresas na América Latina e nos EUA.

Deixe seu comentário