Microsoft cobrará em Reais dos parceiros de computação em nuvem, a partir de 2022

1
9

Como parte do compromisso da Microsoft com o Brasil, a companhia anunciou a disponibilidade de modelo de pagamento em Reais para o ecossistema de parceiros nacional cadastrados no programa Cloud Solution Provider (CSP) que estão no modelo New Commerce – nova experiência de negócios, com redução da complexidade de licenciamento, além de fornecer flexibilidade para suportar diversos cenários de compra.

A novidade tornará mais fácil a aquisição dos serviços e soluções voltadas para pequenas e médias empresas pelos parceiros, além de evitar oscilações no preço de acordo com o valor do dólar. A alteração passa a ser válida a partir de fevereiro de 2022 para todos os serviços e licenciamentos Microsoft com exceção para Microsoft 365, Windows 365, Power Platform e Dynamics 365, disponíveis a partir de março de 2022.

Apenas em 2020, segundo a consultoria Gartner, houve um crescimento de 40,7% no uso de infraestrutura na nuvem em todo o mundo. E, com foco nesta crescente jornada de clientes para o modelo de arquitetura em nuvem, a Microsoft está investindo nesse diferencial que deve beneficiar parceiros diretos, indiretos e clientes que compram nessa modalidade.

Assim, a partir do novo modelo, todos os clientes brasileiros que adquirirem soluções em nuvem por meio dos nossos parceiros poderão ser faturados em Reais com nota fiscal emitida e tributada localmente. "As empresas de diferentes setores estão compreendendo a relevância e o potencial de uma migração para a nuvem e isso está sendo proporcionado, em grande parte, com o apoio do nosso ecossistema de parceiros. A partir deste anúncio conseguimos tornar ainda mais fácil a transformação digital e a inovação contínua no mercado nacional", comenta Danni Mnitentag, vice-presidente de Parceiros na Microsoft Brasil.

Na operação da Microsoft, os parceiros são fundamentais para levar a tecnologia até novos territórios. Juntos, parceiros e revendedores criaram o maior ecossistema de parceiros de indústria de tecnologia, empregando 17 milhões de pessoas ao redor do mundo. Atualmente, na América Latina, a companhia conta com cerca de 80 mil parceiros, sendo 25 mil no Brasil.

Para os parceiros já cadastrados no Microsoft Partner Network (MPN), as informações detalhadas sobre as novidades estarão disponíveis no Partner Center e nas redes sociais dedicadas ao ecossistema. Além disso, a Microsoft disponibilizará treinamentos com o passo a passo do novo modelo de cobrança.

Para saber mais sobre como se inscrever no programa de parceiros para soluções em nuvem da Microsoft, acesse esse site. Já para se inscrever no Microsoft Partner Network, clique aqui.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário