Vendas mundiais de semicondutores crescem 5,2% neste ano, indica Gartner

0
0

As receitas mundiais da indústria de semicondutores somaram US$ 315,4 bilhões neste ano, o que representa um crescimento de 5,2% em relação a 2012, quando totalizou US$ 299,9 bilhões, de acordo com dados do Gartner. A receita combinada dos 25 maiores fabricantes de semicondutores cresceu 6,2%, desempenho melhor que de todo o mercado, cujo faturamento aumentou 2,9%. Isto ocorreu, em parte, devido à concentração de fornecedores de memória, que tiveram crescimento significativo, segundo a consultoria.

"Depois de um início de ano fraco devido ao excesso de estoques, a receita do segmento cresceu no segundo e terceiro trimestres, antes de se estabilizar no quarto trimestre. Os chips de memória, em particular DRAM [chip de memória usado em computadores], levaram a esse crescimento, não devido à forte demanda, mas sim ao fraco crescimento da oferta", avaliou Andrew Norwood, vice-presidente de pesquisas do Gartner.

A Intel permaneceu na liderança do setor, com 15,2% de participação de mercado, mas enfrentou uma redução de 2,2% na receita com semicondutores no período, encerrando 2013 com US$ 48 bilhões. A Samsung ficou com a segunda posição no ranking, com 9,4% do mercado mundial e receita de US$ 29,6 bilhões, alta de 3,6% em relação a 2012. Na terceira colocação aparece a Qualcomm, com 5,5% de market share e receita de US$ 17,3 bilhões, alta de 31,1% na mesma comparação, seguida pela SK Hynix, com 4,1% de participação e US$ 12,8 bilhões em receita.

Chama a atenção, entretanto, o forte crescimento da Micron Technology, que subiu da décima posição que ocupava em 2012 para o quinto lugar no ranking , ultrapassando Toshiba e Texas Instruments, encerrando 2013 com participação de mercado de 3,7%. A receita da companhia totalizou US$ 11,8 bilhões, alta de 70,8% em relação ao faturamento com semicondutores em 2012.

O ranking segue composto por Toshiba (3,6% e US$ 11,4 bilhões), Texas Instruments (3,3% e US$ 10,5 bilhões), STMicroelectronics (2,6% e US$ 8 bilhões), Broadcom (2,5% e US$ 8 bilhões) e Renesas (2,5% e US$ 7,7 bilhões). Outros fabricantes concentraram 47,5% do mercado de semicondutores e somaram receita de US$ 315,4 bilhões.

 

Deixe seu comentário