Serpro decide adotar método ágil de desenvolvimento

0
18

Em reunião de monitoramento e controle ocorrida no começo de junho, a diretoria do Serpro optou pela criação de uma nova diretriz estratégica: a implantação de métodos ágeis em todas as áreas da empresa. Segundo o diretor-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, a adoção ampla do método ágil traz um novo paradigma. A ideia é buscar, acima de tudo, uma maior colaboração e envolvimento dos empregados e clientes com o processo de produção.

"Como o profissional de hoje possui um perfil mais autônomo, não adianta só demandarmos trabalho. E um maior envolvimento não só aumenta a qualidade, mas traz ganhos importantes, tanto de motivação como no próprio clima organizacional", explica Mazoni.

Uma das características da metodologia ágil é a divisão do processo de entrega em vários miniprojetos, chamados de "iterações", que contam com a participação ativa do cliente, em um processo de feedback contínuo. Os miniprojetos quebram o excesso de controle, já que o próprio grupo se autofiscaliza e assume a responsabilidade pela entrega. "Além da promoção de um clima de confiança, outra vantagem é que essas iterações, por dividir o projeto, trazem a possibilidade de agilizarmos o faturamento", avalia Mazoni.

Para facilitar a implantação da metodologia, "automação para a criação de ambientes" também foi transformado em projeto estratégico. Isso foi feito porque, já que cada iteração será testada pelos clientes, é prevista uma maior demanda para a área de infraestrutura.

Métodos ágeis de desenvolvimento de software já têm sido utilizados pela empresa há alguns anos. Alguns exemplos de aplicação da filosofia são o Novo Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira) e o Sigepe (Sistema de Gestão de Pessoas do Governo Federal). Mas agora todo o ciclo de atendimento e entrega de soluções passam a incorporar princípios de metodologias ágeis. A expectativa é de que, nos próximos seis meses, já surjam os primeiros resultados. Outras questões, como solicitação de mudança e projetos EST com necessidade de apoio, foram apreciadas e estão sendo incorporadas ao Plano Estratégico 2014-2022.

Deixe seu comentário