Banco de Brasília moderniza parque tecnológico para suportar crescimento

0
17

A Unisys anuncia o fechamento de um contrato com o Banco de Brasília (BRB), por meio do qual a empresa fornecerá seus novos sistemas Unisys ClearPath Libra para expandir o poder de processamento e apoiar iniciativas de crescimento da instituição financeira, bem como modernizar seu parque tecnológico e aperfeiçoar os serviços prestados aos clientes.

Firmado no terceiro trimestre de 2014, o contrato no valor de aproximadamente R$ 46 milhões possui duração de três anos. Cliente da Unisys desde 1969, o BRB é o maior banco estadual da região Centro-Oeste que possui mais de 658 mil clientes e forte atuação no Distrito Federal e presença em outros cinco estados: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo.

Pelos termos do acordo, a Unisys fornecerá ao banco dois modelos high-end de sua linha de servidores ClearPath Libra 8290, um para a área de produção e outro como plano de contingência. Com nova arquitetura e processadores de última geração da família Intel Xeon, os equipamentos possuem capacidade de triplicar o atual poder de processamento do BRB.

Contempla ainda o projeto a implantação do modelo de gama média ClearPath 4280. O ambiente de armazenamento também será atualizado, o que permitirá fazer a cópia de segurança de dados críticos em um tempo muito menor.

Por ser a segurança um fator crítico, essa modernização permitirá ao BRB contar com uma camada extra de segurança e agilidade, garantindo assim o pleno funcionamento de suas operações em múltiplas plataformas (internet banking, terminais eletrônicos, caixas e agências) 24 horas por dia, 7 dias por semana. Diante disso, a migração para os novos servidores será feita sem interrupções e sem qualquer impacto na rotina de seus clientes.

"Temos investido continuamente para aperfeiçoar a tecnologia que sustenta nossas operações de missão crítica. Estamos confiantes que estes novos sistemas fornecidos pela Unisys contam com a solução ideal para nos apoiar em nossas iniciativas de crescimento e competitividade no mercado", completa Marco Aurélio Schwanz, superintendente de Produção do Banco de Brasília.

Deixe seu comentário