Portaria altera PPB de smartphone para exigir nacionalização de cartão de memória

0
0

Portaria conjunta do ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), publicada nesta sexta-feira, 21, aumenta o índice de nacionalização dos cartões de memória microSD no Processo Produtivo Básico (PPB) de smartphones.

O PPB até então exigia um índice de nacionalização de 10% para este ano, mas a portaria elevou esta exigência para 14% e criou novas metas para os anos subsequentes: em 2015, 20%; 2016, 40%; e 50% a partir de 2017.

Adicionalmente aos cartões de memórias do tipo microSD Card, a portaria desta sexta-feira, 21, estende a exigência de nacionalização para "os demais componentes, partes e peças que atuem como função de memória", de acordo com o seguinte cronograma: 15% em 2014; 25% em 2015; 40% em 2016; e 50% a partir de 2017.

Deixe seu comentário