Tecnologia do Negócio

3
0

Você já ouviu falar em Tecnologia do Negócio (TN)? Apesar de efetivamente nova, essa expressão vem de uma longa evolução tecnológica que nos faz entender para que serve essa nova tecnologia e como ela pode ser utilizada para facilitar nosso dia a dia aumentar os resultados de qualquer empresa. Para entender tudo isso, vamos ao começo!

Processamento de Dados (PD)

Quem tem mais de 30 anos como eu, deve se lembrar do colégio técnico, onde realmente processávamos dados. Muitas vezes digitadores com conhecimento técnico, sem muita análise do processo e do conteúdo. Esse dado, ora processado, recebia uma análise onde se descobriu que poderia ser usado como informação, isto é, que aquele dado tinha alguma valia para o processo como um todo. Essa análise daria início à Tecnologia da Informação (TI).

Tecnologia da Informação (TI)

A era da TI também é considerada a era do estudo daquele dado anteriormente descoberto, como informação, e toda uma análise de como essa informação pode ser utilizada. É a tecnologia a serviço de relatórios, listagem e processos de melhoria contínua. Nessa fase, o dado que está no sistema se transforma em informação e auxilia nos processos, na qualidade e na rapidez, apoiando todos os setores da organização, visando a boa utilização da informação e a transformação em conhecimento. A partir daí vem uma nova fase, a Tecnologia do Conhecimento (TC).

Tecnologia do Conhecimento (TC)

Uma das nomenclaturas que mais se expande na tecnologia atual, a TC é a informação tratada e estudada para gerar conhecimento, isto é, o apoio da tecnologia para a tomada de decisão de forma mais gerencial. Tomamos como exemplo os inúmeros sistemas de B.I. que temos hoje, representando de forma visual como a informação se transforma em conhecimento, gerando resultados com seus "Dash Boards" em tempo real. Isso faz com que as tomadas de decisão sejam eficazes e auxiliem na assertividade do Gestor, gerando valor ao negócio. Também auxilia os "Steakholders" a perceberem cada vez mais que a Tecnologia da Informação, que gera conhecimento. Resumindo, é a tecnologia que apoia os negócios da empresa.

Tecnologia do Negócio (TN)

Finalmente a nova era! Algumas empresas já estão migrando na prática para esse nível, que é a tecnologia usando o conhecimento (TC) para apoiar o negócio. Uma tecnologia totalmente voltada ao "core business" da empresa, fazendo interface não só com o usuário, mas com toda a empresa. Essa tecnologia permite a análise e verificação, a fim de que a informação se transforme em conhecimento para aumento das vendas e melhora em todos os processos com foco no faturamento – gerando assim maior valor a Tecnologia.

Explicadas as tecnologias, chega um momento crucial: a importância de que o gestor de TI conheça cada nível delas e faça uma autoanálise, para saber onde sua empresa se encaixa dentre desses níveis citados, e utilizá-los de acordo. Vale nessa análise um Benchmarking de colegas, de preferência no mesmo seguimento. Isso ajuda na avaliação, inclusive para saber se é hora de mudar. Nesse patamar, o gestor precisa estar com suas habilidades interpessoais mais aguçadas, bem como o trabalho em equipe e o tino comercial, onde há uma análise da tecnologia das concorrentes e do mercado.

Fato é que, com o rápido desenvolvimento do mercado e a pressão da concorrência, o uso da tecnologia como apoio se torna inevitável para qualquer empresa, de qualquer segmento ou porte. Se você ainda está em PD, preocupe-se, pois a TI já passou à sua porta faz tempo.

E se o uso do termo TI está mais no cartão de visita que na prática, leve ao pé da letra a sigla, pois informação é o bem mais valioso dentro de uma empresa que, com análise e apoio das áreas, transforma-se em conhecimento – e nesse momento começa a migração de TI para TC.

Usufrua do poder de resultados e decisões que essa informação pode trazer como conhecimento. Usufrua mais ainda ao chegar a T.N., que trará o conhecimento voltado especialmente para o seu negócio, apenas utilizando a tecnologia para aliar áreas e informações, o que gera uma alavanca para sua empresa.

Renato Lopes, gestor da área de TI e acredita que a humanização dessa área é a chave para conquistar equipes de alta performance e auto gerenciáveis. Palestrante e Professor Universitário

3 COMENTÁRIOS

  1. Texto muito bom. Didático, claro e também uma sutil chamada. Apenas gostaria de comentar que nos anos 80 houve o MIS, nos 90 o EIS e nos anos 2000 veio o BI. Cada vendor veio com sua solução inovadora. Mas, o rei continua o Excel. Porque? Todos sabemos da enorme dificuldade de cuidar da integridade e completeza dos dados. Sem dados válidos não há DB confiável. A volatilidade dos negócios e o imediatismo perpetuam a carência da integridade dos dados. O desenvolvimento ágil é uma tentativa de "chegar junto" com o negócio. Mas, esta metodologia encampa como conceito a prototipação evolutiva, isto é, nada é sólido suficiente. A qualidade de gestão pode mitigar este issue – gestão do negócio e da TI ou TN ou Informática, wherever.

Deixe seu comentário