Resultado da Apple supera expectativas e ações disparam quase 8% nesta quarta-feira

0
0

A Apple superou com folga todas as estimativas de Wall Street, ao divulgar nesta quarta-feira, 23, os resultados financeiros do segundo trimestre do ano fiscal de 2014, encerrado em 29 de março passado. O lucro da empresa totalizou US$ 10,2 bilhões no trimestre, crescimento superior a 7% em relação aos US$ 9,5 bilhões registrados em igual período do exercício fiscal anterior. A receita foi de US$ 45,6 bilhões, contra US$ 43,6 um ano antes, alta de cerca de 5% na comparação trimestral anual.

A Apple divulgou vendas de 43,7 milhões de iPhones no trimestre — a estimativa dos analistas era de cerca de 38 milhões de aparelhos —, mas as vendas de iPads, de 16,3 milhões de unidades, ficaram vem abaixo dos 19,5 milhões de tablets comercializados no ano passado, apesar da grande reformulação introduzida nos iPads.

Os resultados agradaram os investidores. As ações da empresa, que abriram o pregão desta quarta na Nasdaq cotadas a US$ 529,04, subiram quase 8% no after-hours trading — negociação após o fechamento da bolsa eletrônica ­—, negociadas a US$ 565,95, às 20h59 (horário de Brasília).

Apesar de o desempenho ter sido bem recebido, a capacidade da Apple de voltar a produzir um novo produto revolucionário permanece sendo uma questão central para investidores, principalmente em razão do acirramento da disputa no mercado de smartphones com a arquirrival Samsung.

A Apple também anunciou que o Conselho de Administração aprovou mais US$ 30 bilhões em recompra de ações até o fim de 2015 e autorizou um desdobramento de ações na proporção de sete para uma, respondendo a cobranças de acionistas para maior distribuição de dividendos. Assim, a empresa também aprovou um aumento de cerca de 8% no seu dividendo trimestral, para US$ 3,29 a ação.

Deixe seu comentário