Vendas de PCs no Brasil despencam nos meses de julho e agosto, aponta IDC

0
3

A venda de computadores pessoais no Brasil sofreu queda significativa nos meses de julho e agosto deste ano, na comparação com o mesmo período de 2013, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 23, pela empresa de pesquisa de mercado IDC Brasil. O resultado corrobora a projeção da consultoria de que as vendas de PCs no país em 2014 terão a maior queda já registrada desde o início das medições, em 1990.

Os dados constam do estudo PC Monthly Tracker, que acaba de ser divulgado. De acordo com o relatório, em julho, foram vendidos cerca de 787 mil PCs no país, sendo 324 mil desktops (41%) e 464 mil notebooks (59%), o que representa queda de 35% na comparação com o mesmo mês de 2013. Deste total, 31% representaram vendas corporativas e 69% para o consumidor final.

Já em agosto, segundo a IDC, foram vendidos 760 mil máquinas, sendo 293 mil desktops (39%) e 467 mil notebooks (61%), o que representa queda de 27% na comparação com agosto do ano passado. Em agosto, 28% das vendas foram para o mercado corporativo e 72% para o consumidor.

"Os números estão de acordo com a nossa projeção. Já esperávamos um desempenho negativo do mercado. O momento pré-eleitoral, a queda na disputa de preços pelas empresas, principalmente no setor de consumo, têm impactado os números nesses últimos meses", diz Pedro Hagge, analista da IDC.

Ele projeta que neste ano haverá uma queda de 24% nas vendas, a mais forte já registrada no mercado de PCs.

Deixe seu comentário