Novo processador Intel dobra capacidade de processamento e eficiência energética em data center

0
72

A Intel lançou nesta quinta-feira, 24, uma família de processadores escaláveis Xeon, dedicada a ampliar desempenho e eficiência energética de servidores em data center. Tarefas pesadas, incluindo análises em tempo real, infraestrutura virtualizada e computação de alto desempenho, são os alvos dos processadores, que já estão disponíveis no Brasil.

Em relação à geração anterior, a Intel informa que a eficiência no consumo de energia e o desempenho do sistema são, em média 1,65 vez maior  e as cargas de trabalho, como inteligência artificial, apresentam desempenho 2,2 vezes melhor.

"As infraestruturas de data center e de rede estão passando por transformações imensas para suportar modelos de uso emergentes, como medicina de precisão, inteligência artificial e serviços abrem caminho para o 5G", afirma Fábio de Paula, diretor da Intel Brasil para o mercado corporativo.

Os novos processadores escalam em áreas de destaque na economia digital, como inteligência artificial, na qual oferece inferência de deep learning 2,2 vezes superiores em comparação com a geração anterior e ganhos de desempenho de aprendizagem profunda de 113 vezes3 em comparação com um sistema de servidor não otimizado quando combinado com otimizações de software, segundo a Intel.

Na área de redes, a fabricante informa um aumento da taxa de encaminhamento IPSec de até 2,5 vezes 22 para os principais aplicativos de rede em comparação com a geração anterior ao usar o Intel QuickAssist e o DPDK, aumentando o valor derivado da transformação da rede.

Em virtualização, a plataforma suporta até 4,2 vezes mais máquinas virtuais13 (VMs) em comparação com um sistema de 4 anos para implantação rápida de serviços, utilização de servidores, menores custos de energia e eficiência no uso do espaço, estimulando a modernização do data center corporativo.

A Intel também apresentou a Select Solutions, uma marca de soluções destinadas a simplificar e acelerar a implantação de data center e infraestrutura de rede, com entrega inicial de soluções no Ubuntu Canon, Microsoft SQL 16 e VMware vSAN 6.

Projetada para ajudar os clientes a acelerarem a implantação da infraestrutura de nuvem, transformarem redes de comunicação e liberarem a inteligência artificial, a plataforma é suportada por centenas de parceiros do ecossistema, por mais de 480 empresas do Builders e por mais de 7.000 fornecedores de software para estimular as otimizações de software a aproveitarem a plataforma.

Os processadores Xeon receberam amplo suporte de várias empresas, incluindo Amazon, AT&T, BBVA, Google, Microsoft, Montefiore, Technicolor e Telefônica.

Deixe seu comentário