Rentokil adota solução de análise de dados para apoiar estratégia de IoT

0
48

A Rentokil Initial, uma das maiores empresas de controle de pragas do mundo, escolheu a plataforma Qlik Sense para melhorar as análises dos dados de seus produtos e operações globais. A parceria faz parte da estratégia global da Rentokil de desenvolver produtos mais digitais e inovadores para controle de pragas.

A Qlik se juntou à Google e ao PA Consulting Group, consultoria focada em tecnologia e inovação, para apoiar a empresa em sua missão de entregar aos clientes análises preditivas e soluções conectadas. O Qlik Sense, plataforma baseada em nuvem, será usado para oferecer visualização de dados dos novos produtos de Internet das Coisas da Rentokil. O objetivo é alcançar um novo patamar de proatividade no gerenciamento de riscos contra ameaças de infestação. Será possível, por exemplo, mapear padrões climáticos e comportamento de roedores ou rastrear enxames de insetos pelo território.

"O uso inovador de IoT pela Rentokil no desenvolvimento de uma nova geração de serviços reflete as possibilidades que um mundo conectado pode trazer. A chave para alcançar este potencial é fazer com que a grande quantidade de dados produzidas por dispositivos inteligentes faça sentido e seja entregue nas mãos dos funcionários e clientes que precisam dessa informação. Estamos ansiosos em ajudar a Rentokil a extrair valor e analisar a história por trás de seus dados" comenta Simon Blunn, diretor Geral da Qlik no Reino Unido.

Até agora, a Rentokil possui suas soluções conectadas para controle de roedores em mais de 20.000 dispositivos em 12 países pelo mundo, incluindo o Brasil, gerando mais de 3 milhões de fragmentos de dados. Por meio de Internet das Coisas, o sistema da companhia alerta os técnicos automaticamente quando um roedor é capturado, enquanto o cliente é informado por meio do portal myRentokil.

Paul Donega, diretor de Tecnologia da Rentokil Initial, conta que a plataforma da Qlik possibilita que a empresa tenha insights mais profundos de seus dados. "Isso garante que os funcionários da linha de frente tenham as tendências e informações mais recentes em tempo real, o que melhora a produtividade", diz. "Este nível de visualização de dados é crucial para que a companhia continue sua digitalização e expanda seus serviços de Internet das Coisas, traçando o futuro do gerenciamento do controle de pestes".

Deixe seu comentário