Stone traz tecnologia para pagamento de ônibus com cartão de débito ou crédito

0
0

Os moradores de São Paulo usuários de transporte público poderão contar com um sistema desenvolvido pela Stone, que permite o pagamento de passagens usando cartões de débito ou crédito e pré-pagos apenas por aproximação.

O projeto foi realizado em parceria com a Autopass, Mastercard e EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos). "Hoje, 30% das passagens de ônibus no país são pagas em dinheiro, sendo que em algumas regiões este número chega a mais de 50%. Diante desse cenário, detectamos a oportunidade, junto com a Mastercard e a Autopass, de desenvolver uma solução personalizada para esse nicho de mercado. A Stone deseja liderar este segmento, O Brasil estava carente de alternativas de pagamento para o transporte urbano.", explica Augusto Lins, diretor da Stone.

Para pagar a passagem, os usuários precisam usar o cartão com a tecnologia contactless, que esta se expandindo rapidamente. Parceira da Stone no projeto, a Mastercard tem planos de emitir aos seus clientes nos próximos meses cerca de 1 milhão de cartões esta tecnologia. "Entendemos que o mercado brasileiro está em evolução e a demanda por soluções inovadoras de pagamentos para os meios de transporte é crescente. Agora podemos proporcionar uma melhor experiência para o usuário", completa o diretor.

Junto com parceiros, foi desenvolvida uma leitora de cartões contactless que será  instalada nos ônibus, e que  funciona tanto com cartão de crédito, débito ou pré-pago. De acordo com Nicholas Phillips, gerente do projeto, o sistema é inspirado no que funciona em Londres, na Inglaterra, desde 2012. "Nosso objetivo é oferecer inovação, segurança e comodidade para o passageiro que por algum motivo está sem saldo de recarga em seu bilhete ou sem dinheiro em espécie".

O projeto será testado durante um mês, em 10 ônibus da linha 376 (Diadema/Brooklin), da empresa Metra, que atende a zona sul de São Paulo e a região metropolitana. Em janeiro, a tecnologia deve chegar a outras linhas da capital paulista. A empresa almeja a expansão para outras capitais do Brasil em 2017.

Deixe seu comentário