Hackers podem ter infectado clientes do Carrefour através de WhatsApp

0
32

Uma pretensa participação em pesquisa do consumidor via WhatsApp tem levado muitos usuários de smartphones a ter seu equipamento invadido por cybercriminosos em todo o Brasil. De acordo com dados da PSafe, o mais novo golpe na praça tem utilizado a marca do varejista Carrefour. Ele teria também impactado mais de oito milhões de pessoas em todo o país.

Consultado o supermercado não confirma o golpe e não faz mais comentários. Ele emitiu a seguinte nota oficial: "O Carrefour informa que a página de promoções, brindes e vale-presentes, criada recentemente em nome da companhia, não pertence à empresa. Reforça que suas promoções são divulgadas exclusivamente por meio de inserções publicitárias ou por meio do site e dos canais oficiais nas redes sociais  (Twitter, Facebook, Instagram e Youtube). A empresa, que avalia as providencias cabíveis, reitera ainda seu compromisso com os clientes e conta com a colaboração de todos para que quaisquer páginas ou perfis falsos, que usem indevidamente o nome da rede, sejam denunciados ao SAC (Serviço Amigo do Cliente) pelo telefone 0800 724 2822".

Segundo especialistas da PSafe, uma mensagem solicita a participação em uma pesquisa e oferece a chance ao participante de receber um vale-compra no valor de R$500,00 da loja. Ao clicar no link, no entanto, o usuário acessa uma página maliciosa, resultando na invasão de seu smartphone.

Explicam que este tipo de golpe tem sido cada vez mais frequente por não requerer alto nível de conhecimento técnico por parte dos hackers e ter alta disseminação, já que muitas pessoas têm o hábito de divulgar promoções para seus conhecidos sem checar se é verídica ou não. Além disso, os hackers aproveitam-se da popularidade de grandes marcas para atrair um maior número de vítimas.

Deixe seu comentário