Neurotech e FICO se unem para explorar mercado de análise de crédito

0
111

A Neurotech, empresa especialista na criação de soluções avançadas de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data, e a FICO, líder mundial em software de análise preditiva e gerenciamento de decisões, anunciam uma parceria estratégica com objetivo de liderar o mercado nacional de soluções para o gerenciamento de risco em todo o ciclo de crédito.

A aliança oferece ao mercado uma plataforma com a velocidade de processamento e facilidade de gerenciamento do motor FICO® Blaze Advisor® – reconhecido pelo Gartner e outras instituições como líder global em sua categoria – com a capacidade de orquestração do Riskpack, da Neurotech – um dos maiores do mercado brasileiro, que possibilita consulta a mais de 800 fontes públicas, privadas, além de data lake próprio da empresa.

A tecnologia ficará totalmente hospedada na Neurotech e contará com a experiência de gestão de motor da sua equipe de profissionais especializados.

O diretor de Produtos e Sucesso do Cliente da Neurotech, Breno Costa, explica que a solução disponibilizará aos bancos, financeiras e todo o ecossistema ligado à concessão de crédito, incluindo as marcas líderes do setor, uma nova solução que agrega vantagens exclusivas no mercado brasileiro em termos de tomada de decisão. 

Por outro lado, o acordo também permitirá o acesso de startups e novos entrantes a uma tecnologia tão robusta e potente quanto as que são usadas pelos maiores bancos do país.

O diretor da área de Canais e vendas indiretas da FICO para a América Latina e Caribe, Ricardo Cheida, ressalta que a parceria com a Neurotech possibilita à FICO entregar suas soluções em forma de serviço ao mercado brasileiro. 

De acordo com Cheida, em um mundo com tamanha quantidade e diversidade de dados à disposição, o motor de decisão não pode ser um gargalo para as empresas. E neste sentido, o fato da solução contar com o motor da FICO é um diferencial significativo, uma vez que ele consegue entregar as mais diversas respostas em milissegundos.

O diretor da Neurotech avalia que atualmente o mercado já demanda soluções mais robustas e flexíveis para processar com maior eficiência e velocidade a imensa quantidade de dados não estruturados existentes. Segundo ele, num segundo momento o Cadastro Positivo e o Open Banking aumentarão significativamente o volume de dados e variáveis disponíveis para análise. E o Pix vai trazer para este contexto milhões de consumidores que hoje estão à margem de todo este gigantesco banco de dados.

Com a parceria, as empresas apostam no crescimento rápido da demanda vindo num primeiro momento das SCDs (Sociedades de Crédito Direto) e de todos os novos entrantes surgidos como frutos da agenda de inovações do Banco Central. 

Deixe seu comentário