Facebook desenvolve switch ótico e dispositivo de rede sem fio de código aberto

0

Depois de investir em equipamentos e servidores para data centers, o Facebook tem agora em sua mira o bilionário mercado de equipamentos de telecomunicações. A empresa revelou nesta terça-feira, 1°, detalhes de seu plano para disputar esse filão. Isso inclui um novo produto de rede a ser desenvolvido pela empresa que vai compartilhar livremente, bem como um dispositivo de rede sem fio de código aberto.

O Facebook anunciou um equipamento de rede batizado de Voyager, a primeira "white box" que reúne um transponder e um dispositivo de roteamento para redes óticas Open Packet DWDM. A empresa também está desenvolvendo um projeto chamado OpenCellular, cujo objetivo é criar um novo ecossistema sem fio aberto. A estratégia é concorrer com fornecedores tradicionais do mercado de telecom como Huawei, Alcatel-Lucent, Ciena, Cisco, Fujitsu, Juniper Networks e outras.

"Com o consumo de vídeo e a ascensão da realidade virtual, maiores e melhores redes são necessárias. Nos próximos anos, todos nós precisamos trabalhar juntos para compreender os desafios específicos de conectividade em cada mercado e desenvolver novas tecnologias e processos para enfrentar esses desafios", disse Jay Parikh, diretor de infraestrutura e engenharia do Facebook.

A estratégia do Facebook na área de telecomunicações é semelhante ao projeto Open Compute (OCP), anunciado em fevereiro, para o desenvolvimento de "hardware de código aberto" para data centers, em que engenheiros de diferentes empresas trabalham juntos para projetar os novos sistemas. O OCP nasceu há cinco anos e gerou um segmento "cultlike" inspirando em outras empresas de internet, como o LinkedIn, para projetar as suas próprias redes e equipamentos de data center.

Quando a Apple se recusou a participar do OCP no ano passado, toda a sua equipe de rede teria ameaçado deixar a empresa na mesma semana. A Apple aderiu mais tarde ao OCP. Essa equipe lançou uma startup chamada SnapRoute, que oferece software de rede de código aberto. Esse software também está alimentando o novo switch ótico Voyager.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui