Grupo DB1 fatura R$ 79,5 milhões com crescimento de 23% em 2020

0
90

O Grupo DB1, formado por empresas de tecnologia brasileiras, com sede em Maringá (PR) e bases operacionais no Brasil, Argentina e Estados Unidos, reporta o balanço de suas atividades em 2020, um ano cheio de desafios potencializados pela pandemia da Covid-19, mas também repleto de conquistas.

Em 2020, o grupo de empresas faturou R$ 79,5 milhões, com crescimento de 23% em relação ao ano anterior. Além disso, incrementou em 42% a base de clientes, totalizando 3.360 clientes atendidos, sendo 13 internacionais.

As empresas com foco em e-commerce foram as que mais puxaram o crescimento do grupo. Acredita-se que essa tendência permaneça ao longo de 2021, impulsionada pela transformação dos padrões de consumo.

Dessa forma, a operação do ANYMARKET, a plataforma de vendas em marketplaces, que iniciou sua internacionalização pela Argentina, foi a estrela desse crescimento. A operação internacional registrou crescimento de 284% em relação a 2019. Da mesma forma, a operação brasileira do ANYMARKET, cresceu 97%.

Ainda no segmento de e-commerce, o Koncili, o primeiro software de conciliação de pagamento dos marketplaces do mercado, cresceu 172% em faturamento com aumento de 500% no GMV (Gross Merchandise Value), atingindo R$ 4,5 bilhões.
Já o Consignet, empresa especializada em automação de consignados e benefícios com desconto em folha, cresceu 25% em relação a 2019. Na sequência, vêm os resultados da DB1 Global Software, especializada no desenvolvimento de software e tecnologias sob demanda, com 6,6% de crescimento e a Tinbot Robtica, startup com foco na fabricação de robôs inteligentes, também com o mesmo percentual de crescimento.

O quadro de colaboradores do Grupo DB1 permaneceu estável atingindo a marca de 551 pessoas e conta com 126 vagas abertas para acompanhar o crescimento dos negócios em 2021. Até o fim do ano, a expectativa é contratar mais de 300 colaboradores.
Devido ao distanciamento social, o Grupo DB1 revolucionou a forma de contato com seus colaboradores e com o mercado. Ao longo de 2020 foram realizadas 99 lives com temas que variaram desde contribuir com o estado psicológico devido à pandemia, até eventos técnicos em diferentes áreas como desenvolvimento de software, e-commerce, liderança entre muitos outros, somando mais de 7.000 interações.

Em 2020, o Great Place to Work classificou a DB1 a como a 23ª melhor média empresa para se trabalhar no Brasil, a 24ª melhor Média Empresa para Trabalhar em Tecnologia da Informação e a 12ª melhor média empresa para se trabalhar no Paraná, bem como a que mais escuta os colaboradores no estado.

De acordo com Ilson Rezende, fundador e CEO do Grupo DB1, todo esse crescimento é resultado da dedicação e da entrega dos colaboradores. "Esse crescimento mostra que é possível construir uma empresa com base em valores corporativos sólidos fazendo a diferença para todas as pessoas envolvidas com o grupo DB1. Em 2021 estamos focados na internacionalização e aquisições que possam complementar nossa oferta para ajudar os ecossistemas em que estamos inseridos!".

Planos para 2021

Além das novas contratações, para este ano o Grupo DB1 espera um crescimento de 30% em relação a 2020, impulsionado por novos projetos voltados à internacionalização e ao segmento de e-commerce, além da constante aposta em inovação.

Com data prevista para o primeiro semestre desse ano, o Grupo DB1 também comemora a inauguração da nova sede, já adequada às novas exigências de segurança, estruturas para web-conferência profissionais e preparada para trabalho em sistema hibrido (home-office e presencial), o que deve facilitar a comunicação entre todos os colaboradores, estejam eles trabalhando na sede em Maringá, outras sedes do Grupo DB1 ou em home office.

O novo escritório, localizado em uma das edificações mais modernas da cidade de Maringá, o Edifício Le Monde, está totalmente preparado para suportar a necessidade de distanciamento entre os colaboradores de maneira segura.

Os ambientes têm maior circulação de ar, sugadores de ar internos e mesas sem posições fixas ou subdivisão de departamentos, permitindo que o distanciamento seja mais bem aplicado na organização do espaço. A circulação foi pensada visando à redução do contato humano em interações com equipamentos. A reforma incluiu áreas úteis externas garantindo maior ventilação.

Deixe seu comentário