Intel lança processador Xeon E7 para acelerar dados corporativos

0
0

A Intel anunciou nesta segunda-feira, 6, mais um novo processador de sua família Xeon, voltada para o uso em ambientes corporativos. O Intel Xeon E7 v4 chega para atender o grande crescimento no volume e na variedade de dados em diversas áreas de atuação, como saúde, transporte, comércio bancário, manufatura entre outros. O novo processador se adéqua a um cenário em que, para se manterem competitivas, as empresas precisam transformar uma imensa quantidade de dados em informações oportunas. Em pesquisas realizadas pelo Gartner, descobriu-se que as empresas que usam as informações obtidas nos dados são duas vezes mais propensas a terem desempenho trimestral superior e cinco vezes mais propensas a tomarem decisões mais rápidas do que suas concorrentes, daí o alto investimento em análises nos últimos anos.

Os processadores Intel Xeon E7-8800/4800 v4 tem como foco oferecer um ótimo desempenho, trazendo a maior capacidade de memória por soquete da indústria, confiabilidade avançada e melhor segurança por hardware para análises em tempo real permitindo às empresas obter de forma rápida informações acionáveis de imensos e complexos conjuntos de dados, além de garantir desempenho para cargas de trabalho pesadas, como processamento de transações online (OLTP, na sigla em inglês), gerenciamento da cadeia de fornecedores (SCM, na sigla em inglês) e planejamento de recursos empresariais (ERP, na sigla em inglês), entre outras. Os novos processadores oferecem uma performance 1,4 vezes melhor, com um desempenho por dólar até 10 vezes maior e metade do consumo de energia de soluções baseadas no IBM Power..

Análises em tempo real

A nova família de processadores oferece capacidade para crescimento com suporte para quatro e oito soquetes e opções para até 64 soquetes por meio de controladores de nodo de terceiros. Ela também oferece capacidade de memória líder da indústria de até 24 TB em um sistema com oito soquetes, permitindo que imensos conjuntos de dados sejam armazenados totalmente na memória, ao invés de discos rígidos, a fim de acelerar o tempo necessário para obter informações e tomar decisões.

Serviços críticos

Os novos processadores incluem mais de 70 recursos de confiabilidade, disponibilidade e capacidade de serviço (juntas formando a sigla RAS, em inglês), incluindo a Intel® Run Sure Technology, exclusiva da família do processador Intel Xeon E7. Esses recursos RAS oferecem integridade de dados avançada e prontidão do sistema para operações críticas, o que reduz a frequência dos períodos de inatividade dos servidores e, por consequência, seu custo. Além disso, os mecanismos e recursos de recuperação de erros melhorados, como o espelhamento da memória, oferecem uma excepcional confiabilidade dos dados, ampliando os requisitos de memória de todo o sistema.

Segurança melhorada

Os novos recursos de segurança presentes nos processadores protegem os aplicativos ricos em dados ao criptografar este conteúdo de forma mais rápida, melhorando a detecção de ameaças sofisticadas e aumentando a proteção contra ataques maliciosos. As capacidades de segurança melhoradas por meio do hardware dos processadores fornecem um desempenho de criptografia por núcleo4 até 70% melhor, o que significa que as organizações podem proteger melhor a crescente quantidade de informação com o mínimo impacto no desempenho de seus sistemas, ao mesmo tempo em que oferecem proteções melhoradas contra malware. Além disso, o Intel® OS Guard agora conta com a Supervisor Mode Access Protection para fornecer a implantação do acesso privilegiado, permitindo aos departamentos de TI um maior controle sobre quais usuários têm acesso a dados sensíveis, além de ajudar a prevenir que um usuário malicioso amplie essas vulnerabilidades e explore outros sistemas do data center.

Virtualização assistida por hardware

A virtualização assistida por um hardware melhorado permite que os departamentos de TI movam cargas de trabalho com sensibilidade críticas para ambientes de nuvem, buscando mais agilidade e eficiência. As melhorias no desempenho da virtualização e na gestão de recursos incluem menor espera para entrar e sair de máquinas virtuais (VMs, na sigla em inglês), menor quantidade de interrupções da VM e menos ambientes tolerantes a falhas de sobrecarga com a modificação dos registros da página.

Orquestração mais inteligente de recursos

Os processadores Intel Xeon E7 v4 oferecem ótimos controles sobre a infraestrutura de TI ao incluir avançados recursos de telemetria e tecnologias de orquestração como a Intel Resource Director Technology. Esses recursos fornecem maior visibilidade e controle dos recursos compartilhados de plataforma, resultando em agendamento eficiente, equilíbrio de cargas e migração da carga de trabalho nas máquinas virtuais. Como resultado, os departamentos de TI podem melhorar a utilização de recursos para fornecer a melhor qualidade de serviço para múltiplos aplicativos.

Deixe seu comentário