Mercado mundial de infraestrutura como serviço em nuvem pública cresce 41,4%

0

O mercado mundial de Infraestrutura como Serviço (IaaS) cresceu 41,4% em 2021, totalizando US$ 90,9 bilhões, acima dos US$ 64,3 bilhões em 2020, de acordo com o mais recente levantamento do Gartner. Segundo os analistas, a Amazon manteve a liderança no mercado de IaaS em 2021, seguida por Microsoft, Alibaba, Google e Huawei.

"O mercado de IaaS continua crescendo de forma inabalável, à medida que o modelo Nativo de Nuvem se torna a arquitetura primária para o trabalho", diz Sid Nag, Analista e Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. "A Nuvem oferece suporte à escalabilidade e à composição que as tecnologias e aplicações avançadas exigem, ao mesmo tempo em que permite que as empresas atendam às necessidades emergentes, como soberania, integração de dados e experiência aprimorada do cliente."

Em 2021, os cinco principais fornecedores de Infraestrutura como Serviço representavam mais de 80% do mercado. A Amazon continuou na liderança do mercado mundial de IaaS com receita de US$ 35,4 bilhões em 2021 e 38,9% de participação de mercado.

Mercado mundial de serviços de Nuvem Pública IaaS em 2020-2021 (em bilhões de dólares)

Fornecedor  Vendas 2021  Participação de mercado – 2021 (%)  Vendas 2020  Participação de mercado – 2020 (%)  Crescimento 2020-2021 (%) 
Amazon 35,38 38,9 26,20 40,8 35,0
Microsoft 19,15 21,1 12,65 19,7 51,3
Alibaba 8,67 9,5 6,11 9,5 41,9
Google 6,43 7,1 3,93 6,1 63,7
Huawei 4,19 4,6 2,68 4,2 56,3
Outros 17,05 18,8 12,69 19,8 34,3
Total  90,89  100  64,28  100  41,4 

Fonte: Gartner (Junho 2022) 

A Microsoft seguiu na segunda posição com 21,1% de participação de mercado. A empresa obteve crescimento acima da concorrência, atingindo mais de US$ 19 bilhões em receita com IaaS em 2021. Com muitas organizações já contando com software e serviços corporativos da Microsoft, o Azure está se posicionado para capturar oportunidades em quase todas as verticais de mercado.

O Alibaba ocupa novamente a terceira posição no ranking de fornecedores de Nuvem Pública de IaaS do mundo, com 9,5% de participação de mercado e receita de US$ 8,7 bilhões em 2021. Embora o Alibaba continue a liderar o mercado de Nuvem chinês, os analistas do Gartner avaliam que a empresa também tem alcançado a posição de principal fornecedor regional na Indonésia, Malásia e em outros mercados de Nuvem emergentes devido à sua compreensão do mercado local e capacidade de servir como uma ponte para o comércio digital.

"Os ecossistemas regionais de Nuvem estão se tornando cada vez mais importantes em meio à crescente fragmentação geopolítica e requisitos regulatórios e de conformidade emergentes, apresentando uma oportunidade para fornecedores com forte presença regional", afirma Nag.

O Google Cloud teve a maior taxa de crescimento dos cinco principais fornecedores de IaaS, crescendo 63,7% em 2021 para atingir US$ 6,4 bilhões em receita. Esse crescimento foi impulsionado pelo aumento constante da adoção de cargas de trabalho corporativas tradicionais, bem como pela inovação do Google em recursos mais avançados, como Inteligência Artificial e tecnologias de contêiner Kubernetes, apoiadas por uma expansão do ecossistema de parceiros para alcançar uma base de clientes mais ampla.

Embora o crescimento da Huawei tenha diminuído em 2021, após dois anos consecutivos de mais de 200% de crescimento, a empresa manteve a posição número 5 em participação de mercado, com US$ 4,2 bilhões em receita. A Huawei fez investimentos significativos em seu ecossistema de IaaS nos últimos dois anos e, por meio de uma estratégia aprimorada de hardware aberto, software de código aberto e capacitação de parceiros, conseguiu oferecer ofertas expandidas para universidades, desenvolvedores e startups.

"A próxima fase do crescimento da IaaS será impulsionada pela experiência do cliente, resultados digitais e o mundo virtual em primeiro lugar", diz Nag. "Tecnologias emergentes que podem ajudar as empresas a aproximar as experiências de seus clientes, como o metaverso, chatbots e gêmeos digitais, exigirão infraestrutura para atender às crescentes demandas por poder de computação e armazenamento."

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui