Enel defende "racionalização" do compartilhamento de postes

0
12

Mesmo regulamentado, o compartilhamento dos postes das distribuidoras de energia com as empresas de telecomunicações não parece ter sido a melhor opção, afirmou o responsável por Operação e Manutenção da Enel Brasil, Rosario Zacaria. Ele participou nesta quarta, 8, do evento 5×5 Tec Summit, realizado pelos sites Telesintese, Teletime, TI Inside, Mobile Time e Convergência Digital.

O executivo disse o compartilhamento regulado como é atualmente resultou em redes redundantes nas grandes cidades e gaps em regiões onde não há sinal do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), como no interior de Goiás.

Zacaria entende que esse é um negócio rentável, mas carece de sinergias. "Esses resultados devem servir de lição na formatação de nova regulamentação, cuja proposta está em consulta pública na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)", disse.

Ele reconhece que também está fora de questão enterrar infraestrutura, uma vez que é uma solução custosa e de grande impacto na tarifa. Para ele, esse é um movimento que tem marco temporal de 50 a 60 anos. "O que podemos fazer hoje é tentar racionalizar o tema", concluiu.

Deixe seu comentário