Samsung investe para ampliar receitas no mercado B2B

0
1

Buscando alavancar o faturamento no mercado de soluções corporativas, a Samsung inaugurou em São Paulo, nesta quinta-feira, 10, o primeiro centro de  demonstração e soluções da América Latina, para apoiar seus canais de vendas e integradores. A iniciativa faz parte da estratégia de crescer de uma receita de US$ 135,7 bilhões em 2010 para US$ 417 bilhões de em 2020.

''Pretendemos crescer 10 vezes nos próximos 10 anos, o significa passar de 7% da receita total da empresa em 2010, para 23% em 2020, em produtos enterprise, o que significa um grande desafio, já que a Samsung tem forte presença no mercado consumidor. Mas já estamos obtendo bons resultado, pois no primeiro trimestre crescemos 150% acima do previsto'', explica Marcelo Zuccas, vice-presidente de Negócios Corporativos da Samsung para América Latina.

Este centro é o terceiro construído pela empresa (outros dois são na China e Estados Unidos) abrigando todo o portfólio da Samsung, para mostrar aos parceiros do ecossistema comercial que podem agregar softwares e serviços e levar aos clientes uma proposta única.

A empresa elegeu alguns segmentos prioritários – Varejo, Educação, Saúde, Hotelaria e Financeiro – para os quais querem endereçar soluções inovadoras. Elas envolvem mobilidade, impressão e gestão de documentos, sinalização digital, climatização, vigilância digital e equipamentos de telecomunicações.

''Vamos trabalhar em estreita colaboração com um amplo ecossistema de parceiros B2B para construir soluções em sintonia, que sejam capazes de atender as necessidades dos clientes em termos de inovação, valor que está presente no DNA da companhia'', enfatiza Zuccas.

Foco

Para o segmento de varejo, a Samsung montou um conjunto de videowalls e display transparentes, alinhado com o conceito de loja do futuro, onde além da exibição de coleções de moda, a cliente pode ''experimentar'' virtualmente uma roupa fazendo combinações de cores e estilos.

No segmento de fast food, esses display servem para divulgar o cardápio, ofertar promoções, etc, com imagens ''realistas", que  estimulam o consumo dos alimentos. A oferta inclui, ainda, impressoras wi-fi, PDVs, multifuncionais, tablets, notebooks, que servem para gerenciar o negócio.

Education Hub é nome da solução voltada para o segmento educacional, resultado de um trabalho de dois anos da equipe de pesquisa e desenvolvimento da empresa no Brasil, que propõe um novo ambiente de ensino, com white boards e tablets, servindo não só para o ensino, mas também para a gestão escolar.

Em Saúde, além dos aplicativos de bem estar embarcados nos smartphones, a Samsung oferece tablets para que os médicos conectados possam atender o pacientes a partir de sua própria clínica ou do hospital. A empresa também concluiu em setembro a aquisição da Madison, e passa oferecer equipamentos de Raio X e ultrassonografia de pequeno e médio porte com a marca Samsung Medical.   

No segmento financeiro, ela quer atender o conceito de ''banco do futuro'' onde paineis e mesas interativas são utilizados para atendimento personalizado, já com projetos piloto em agências do Citibank e HSBC, em São Paulo e Rio de Janeiro.

No setor de hotelaria, Zuccas exemplifica a proposta de atuação da área corporativa. "Um hotel nos chamou, pois queria instalar um painel na recepção. No entanto, além disso, acabou instalado um sistema de hospitallity, onde além das TVs no quarto, os hóspedes podem interagir através de tablets para solicitar serviços ou verificar a fatura, por exemplo. Queremos aproveitar essas oportunidades e oferecer uma solução completa com nossos produtos e soluções dos parceiros.''

Deixe seu comentário