Startup curitibana apresenta solução de realidade aumentada para automação comercial

0
0

A startup curitibana Eruga, especializada em soluções de realidade aumentada,  apresentou a solução Check and Go, em parceria com a Epson, que facilita os processos de expedição de grandes indústrias e empresas comerciais. Integrado ao óculos de realidade aumentada Moverio BT-200, o software permite ao usuário localizar um item de estoque no visor e dar baixa no objeto automaticamente, tudo isso sem precisar percorrer a área física na qual estão as mercadorias.

"A indústria vem apresentando uma alta demanda por tecnologias vestíveis, por isso desenvolvemos essa solução", afirma o diretor e fundador da startup, Wellington Moscon.

Realidade aumentada, varejo

O Moverio BT-200 conta com um display binocular que permite sobrepor informações virtuais sobre cenários do mundo real. Com resolução de 960 por 540 pixels, o dispositivo tem uma câmera frontal, acelerômetro, giroscópio e bússola. Outros diferenciais do item são a conexão Bluetooth 4.0, o sistema de som digital Dolby Digital Plus e a câmera para a captura de fotografias e vídeos, além de sensores que identificam a movimentação da cabeça dos usuários.

Os óculos apresentam informações diretamente em suas lentes e permitem o acesso de páginas da internet, além de vídeos no YouTube.

Sobre a Eruga

A Eruga teve início em 2013 e foi criada para oferecer soluções inovadoras de realidade aumentada para o mercado brasileiro. O carro-chefe da startup curitibana são as soluções para a Educação, com desenvolvimento de aplicativos e softwares que facilitam a compreensão dos alunos e tornam a aprendizagem mais divertida.

A startup conta com o apoio da Wow Aceleradora, de Porto Alegre, e atende clientes como a Rede Salesiana e a escola de idiomas BSL

Deixe seu comentário