TIM fecha parceria com Anglo American para ampliar cobertura 4G em suas operações

0
25

A operadora TIM anuncia um acordo com a Anglo American, uma das principais empresas do setor de mineração no mundo, que irá permitir a ampliação da cobertura 4G LTE para cinco plantas operacionais (Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro), com mais eficiência, e permitindo a expansão de projetos de conectividade, inclusive em regiões e atividades mais críticas. Serão cerca de 3.800 empregados beneficiados com a solução, em sites relacionados à produção de níquel e de minério de ferro nas unidades de negócio da empresa no Brasil.

Paulo Humberto Gouvêa, diretor de Soluções Corporativas da TIM, destaca a importância e a participação da indústria da mineração na economia brasileira: "De acordo com o Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), o setor faturou mais de 153 bilhões de reais em 2019, sendo responsável por 4% do PIB. Apoiar a conectividade em minas é fundamental para garantir a implantação contínua de novas tecnologias dentro de um processo produtivo. A TIM tem, hoje, não só a maior cobertura 4G do país, como também soluções corporativas que permitem habilitar a Gestão remota de equipes, o acompanhamento em tempo real do transporte de cargas e o monitoramento de propriedades, entre outros, no primeiro marketplace voltado para clientes corporativos. Estamos prontos para oferecer soluções completas para empresas em todo o país".

A ampliação da cobertura 4G às cidades de Barro Alto e Niquelândia (GO) permitirá à Anglo American incrementar a gestão de até 44.000 toneladas de ferro níquel por ano. A operação é responsável pela principal produção global de níquel do grupo, aplicado principalmente na indústria de aço inoxidável. Nos municípios mineiros de Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas (MG) está a planta do Minas-Rio, responsável pela extração e beneficiamento de minério de ferro. De lá, o produto segue via mineroduto para o Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). No porto, a empresa possui uma planta responsável pelo processo de filtragem do minério de ferro que será exportado.

Wilfred Bruijn, CEO da Anglo American no Brasil, ressalta a importância da parceria. "Esse é um investimento importante para nossos negócios no Brasil que está plenamente alinhado com nosso propósito de re-imaginar a mineração para melhorar a vida das pessoas. Uma maior conectividade em nossas operações, que possibilite a aplicação de novas tecnologias e ferramentas de gestão da Indústria 4.0, é uma das premissas do nosso caminho de inovação chamado FutureSmart Mining, parte integral do nosso Plano de Mineração Sustentável".

Deixe seu comentário