Tecnologia é uma das áreas prioritárias de investimentos para empresas do Nordeste

0
0

As empresas do Nordeste do país devem direcionar grande parte de seus investimentos em tecnologia neste ano. A área ficou atrás apenas de operações (57,9%) sobre a prioridade para receber orçamentos em 2013, mencionada por 42,1% dos entrevistados em pesquisa da Page Personnel feita com 850 profissionais nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. A área ganha ainda mais destaque quando em contraste com o desempenho nas outras duas regiões. No Sul, investimento em tecnologia foi mencionado por 26,8% dos consultados, e no Sudeste, por apenas 21,5%.

O Nordeste também chama atenção para a área de TI pela falta de qualificação de mão de obra. Conhecimento técnico foi mencionado por 70,8% dos entrevistados como a principal carência entre os profissionais em avaliação para contratações. No Sudeste, este percentual foi de 48,3%, enquanto na região Sul ficou em 43,1%. A falta de conhecimento em sistemas também está entre os fatores de deficiência profissional, citado por 16,7% no Nordeste e 8,6% no Sudeste e Sul do país.

"Os executivos consultados apontam os impostos como um dos vilões para a contratação de novos trabalhadores. Outro ponto que encabeça a lista dos obstáculos é a falta de profissionais qualificados. A combinação desses dois elementos muitas vezes freia a abertura de novos postos de trabalho", explica o diretor geral da Page Personnel, Gil Van Delft. No Nordeste, a falta de mão de obra qualificada é o principal item que freia o desenvolvimento e contratação de funcionários, com 66,7% das menções. Já no Sul e Sudeste, a capacitação ficou atrás dos encargos tributários – 53,4% contra 58,6% no Sul; e 41,1% contra 66,5% no Sudeste.

Deixe seu comentário