Google compra a Titan Aerospace e passa a competir com o Facebook no segmento de drones

0
5

O Google anunciou nesta segunda-feira, 14, a aquisição da Titan Aerospace startup que fabrica drones (aviões não tripulados) de alta altitude movidos a energia solar, que coletam imagens da Terra em tempo real, segundo o The Wall Street Journal. O valor do negócio não foi divulgado.

O acordo vem à tona poucas semanas após o Facebook comprar a Ascenta, empresa do Reino Unido concorrente da Titan Aerospace, por US$ 20 milhões. A rede social já esteve em negociações para adquirir a Titan Aerospace no início do mês passado.

De acordo com o gigante das buscas, a Titan irá trabalhar em estreita colaboração com o Project Loon , iniciativa do Google que visa disponibilizar acesso à internet em localidades remotas a partir de balões. A startup também poderá trabalhar com a Makani, empresa adquirida pelo Google em maio de 2013, em um projeto voltado à energia eólica.

Com a aquisição da Titan, a empresa e seus cerca de 20 funcionários permanecerão no Novo México, sendo que a startup continuará a ser comandada pelo presidente-executivo Vern Raburn , um veterano da indústria de tecnologia , que já dirigiu a Symantec e a divisão de produtos de consumo da Microsoft.

"Ainda é cedo, mas os satélites atmosféricos poderiam ajudar a levar o acesso à internet para milhões de pessoas, e ajudar a resolver outros problemas, incluindo danos ambientais como o desmatamento ", disse um representante do Google, em um comunicado.

Deixe seu comentário