LogMeIn estabelece LastPass como empresa independente de segurança em nuvem

0
8

A LogMeIn, provedora de soluções baseadas na nuvem, anunciou nesta terça-feira, 14, a intenção de estabelecer o LastPass como uma empresa independente. O LastPass é usado por mais de 30 milhões de usuários e 85 mil empresas em todo o mundo.

Ao estabelecer o LastPass como um negócio autônomo, a empresa planeja aumentar o investimento em experiência do cliente, funções go-to-market e engenharia para acelerar seu crescimento orgânico em gerenciamento de senhas, Single Sign-On (SSO) e Autenticação Multifator (MFA). Os clientes irão experimentar melhorias planejadas em um cronograma acelerado em 2022, com recursos adicionais dedicados ao LastPass.

Atualmente, a maioria significativa dos negócios do LastPass é representada por clientes corporativos, mostrando como o gerenciamento de senhas se tornou indispensável para empresas de todos os tamanhos. A importância de assegurar a verificação de identidade entre consumidores e negócios está aumentando devido à rápida propagação de senhas e à prevalência de acessos não autorizados por hackers.

A mudança global para o trabalho remoto também estimulou a adoção de novas contas e aplicativos; 50% das pessoas na pesquisa Psicologia das Senhas de 2021 relataram o dobro do número de contas hoje em comparação com o período pré-pandemia.

Com um modelo de segurança de conhecimento zero, o LastPass permite que os usuários finais gerem, protejam e compartilhem senhas, monitorem informações pessoais na dark web, ao mesmo tempo que fornece informações valiosas e fácil controle para as equipes de TI com o console mais abrangente e acionável, além de configurações de políticas. O LastPass melhora ainda mais a segurança das empresas ao reduzir credenciais por meio do acesso simplificado com SSO e MFA sem senhas para aplicativos em nuvem e legados, VPNs e estações de trabalho.

Deixe seu comentário